Santos volta a jogar na Vila diante do Fortaleza

Peixe vem de duas derrotas seguidas e precisa vencer para se manter na liderança. (Foto: Ivan Storti / Santos FC)

Com o objetivo de retomar o caminho das vitórias, o líder Santos enfrenta o Fortaleza amanhã, às 16h, no Estádio da Vila Belmiro, em Santos, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro 2019. Primeiro colocado da competição com 32 pontos, o Peixe já teve uma sequência de sete vitórias seguidas, porém perdeu as duas últimas partidas e um novo revés poderá derrubar a equipe para o quarto lugar, sendo ultrapassado pelo Flamengo, Palmeiras e São Paulo, todos com 30 pontos. O Leão é o 14º colocado, com 17 pontos e precisa de uma vitória para se afastar da zona de rebaixamento.

Mesmo com a sequência de derrotas e aproximação dos concorrentes, o meio-campo Carlos Sánchez acredita no potencial da equipe. “Estamos vindo de duas derrotas e estamos chateados, mas com a cabeça erguida porque temos time e ambição para seguir adiante. Será um jogo muito difícil, mas temos que encontrar a forma de ganhar a partida. Não há outro jeito que não seja fazendo o que trabalhamos na semana. Trataremos de fazer o melhor no campo com as indicações do professor Sampaoli”, explicou o uruguaio, ressaltando que o Santos precisa de tranquilidade e frieza para vencer o Fortaleza. “É importante manter a calma e pensar em fazer um grande trabalho, buscando a vitória a cada minuto. Tudo depende de nós. Ainda não há nada definido, temos que seguir trabalhando e melhorando os detalhes para que não aconteça o que aconteceu nas últimas partidas”, analisou.

Com os ingressos esgotados dede o dia 16, Sánchez acredita que o apoio da torcida poderá fazer diferença no domingo. “Isso é importante para nós, nos dá confiança. Temos que ter calma, porém vamos sair com a ambição e a gana de conseguir o gol para manter a tranquilidade e trazer a partida ao nosso favor. Temos que manter a calma para nos recuperar”, afirmou o atleta.

A semana sem jogos do Fortaleza foi marcado pela apresentação de dois novos zagueiros, com o objetivo de reforçar a defesa, que sofreu 21 gols na competição. Adalberto, que jogou no Leão no ano passado, estava no ABC-RN e foi contratado até o final do Brasileirão. Campeão da Copa do Brasil 2015 com o Palmeiras (vencendo o Santos na final), o defensor Jackson chega por empréstimo do Bahia e ficará na capital cearense até o fim de 2020.

Mauro Adamoli
[email protected]