São Paulo busca o empate com o Flamengo

Mesmo com a cabeça na Libertadores, o Flamengo deu trabalho ao São Paulo no Morumbi

O São Paulo empatou com o Flamengo em 1 a 1 na tarde do último domingo (5), pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro Série A. O confronto foi disputado no Estádio de Morumbi e Berrío abriu o placar para os cariocas, enquanto que Tchê Tchê empatou para o Tricolor, que com o resultado segue invicto com sete pontos, caiu para terceiro e perdeu a liderança para o Atlético Mineiro. O Mengão, com quatro pontos, é o nono colocado. O próximo jogo do São Paulo será neste domingo (12), às 19h, contra o Fortaleza, na Arena Castelão. A partida será a primeira vez que a equipe enfrentará o ídolo Rogério Ceni.

O primeiro tempo foi movimentado e começou com pressão do Tricolor, que sufocou os visitantes nos instantes iniciais e levou perigo. No entanto, após uma bela troca de passes do Flamengo, Hugo Moura recebeu livre e tocou por cima de Tiago Volpi, e Orlando Berrío concluiu para abrir o placar. Após o gol, o jogo ficou mais equilibrado e ambos os lados tiveram oportunidades (pelo Tricolor Antony e Tchê Tchê assustaram em finalizações de longe).

Aos 30 minutos, o Tricolor sofreu uma baixa: Pato levou uma forte pancada e teve que ser substituído por Everton. Mais tarde, aos 40, para dar mais ofensividade ao time em busca da reação, Cuca promoveu a entrada de Hernanes na vaga de Anderson Martins – Walce foi deslocado para a zaga.

Na volta para a segunda etapa, para tentar evitar o revés, o São Paulo partiu para cima do rival e criou inúmeras chances na frente – principalmente em chutes da intermediária. Empurrado pela torcida, o Tricolor conseguiu arrancar o empate. Aos 37 minutos, Hernanes testou após cruzamento, e Tchê Tchê aproveitou o rebote para balançar as redes e deixar o jogo empatado.

O gol levantou os torcedores nas arquibancadas e contagiou a equipe, que lutou até o apito final atrás da vitória. Apesar de insistir e acuar os cariocas, o time paulista não conseguiu arrancar a virada. 1 a 1.

Foi a melhor partida que o São Paulo fez comigo. A evolução é muito clara. Jogo ruim de jogar contra um time reserva, cheio de vontade e passando a responsabilidade. Mas fizemos um jogo muito bom. Reclamo apenas do resultado, que não veio. Se acabasse 1 a 0 era uma dor muito maior do que essa. E ao mesmo tempo o consolo por ter empatado”, disse o técnico Cuca após o confronto.