São Paulo é estado mais competitivo da América Latina

SP Estado atrai investimentos na indústria,mostra estudo. (Foto: Claudinho Coradini /JP)

São Paulo foi eleito como melhor estado da América Latina para atrair investimentos, de acordo com o ranking de competitividade da revista britânica fDi, editada pelo grupo Financial Times. O levantamento é resultado do estudo “Latin American States of the Future 2018/19” (Estados Latino-Americanos do Futuro 2018/2019) e, dos 171 participantes, São Paulo foi classificado como estado número 1 no ranking geral.

Os dados também mostraram que São Paulo concentra o maior PIB do Brasil estando no topo da lista nas categorias “Potencial Econômico”, “Ambiente de Negócios” e “Estratégia FDI atração de investimentos”. Com o anúncio, São Paulo amplia sua liderança em economia e competitividade, já que vem conquistado a primeira posição no ranking entre os estados sul-americanos, desde 2014. Agora, o potencial paulista se mostra a frente dos estados da América Latina.

A informação não surpreendeu o diretor titular do Ciesp (Centro das Indústrias de São Paulo) em Piracicaba, Fábio Vitti. “Isso mostra o porque nosso estado é um país dentro do Brasil. Se fossemos um país estaríamos entre as 15 maiores economias. O resultado mostra que o estado tem tudo que o investidor precisa como logística, tecnologia, infraestrutura, agronegócio, indústria, educação, saúde e segurança pública. Além disso, o nível de qualificação dos nossos empregos é elevado e isso faz diferença”, destacou.

O estudo mostrou a importância da atuação da agência Investe São Paulo, responsável pela promoção de investimentos no Estado. Segundo o levantamento, a conquista do primeiro lugar no ranking em estratégia de atração de investimentos é resultado deste trabalho. “Ser apontado como o melhor Estado para investir nos dá muito orgulho e mostra que estamos no caminho certo em identificar oportunidades, incentivar as parcerias”, avalia o presidente da agência, Marcos Monteiro.

Os dados foram coletados para os 171 locais, sob cinco categorias: Potencial Econômico, Capital Humano e Estilo de Vida Ambiente de Trabalho, Custo-Benefício, Infraestrutura e Ambiente de Negócios. Juntos, os rankings de subcategorias de dados e o ranking de Estratégia compõem o ranking geral de ‘Estados Latino-Americanos do Futuro 2018/19‘. Dos estados brasileiros entre os 25 melhores, além de São Paulo, estão o Rio de Janeiro (9º), Paraná (15º), Santa Catarina (18º), Minas Gerais (19º) e Rio Grande do Sul. Além do Brasil, o México aparece com 11 estados entre os 25 melhores, o Chile com três, a Argentina com dois, e Colômbia, Peru e Uruguai com um.

SÃO PAULO — Segundo dados do Greenfield, monitor de investimento fDi Markets, 592 empresas investiram em 659 projetos no Estado de São Paulo no período em análise. O topo do pódio pelo Potencial Econômico é resultado da capacidade produtiva, mão de obra qualificada, logística, variedade de fornecedores e cadeia de suprimentos de alto padrão e um ambiente institucional seguro para investimentos”, concluiu Monteiro.

 

(Felipe Poleti)