São Paulo perde para o Bahia no Morumbi

Tricolor terá que reverter a desvantagem em Salvador para se classificar (Foto: Divulgação/ Facebook Esporte Clube Bahia)

O São Paulo foi derrotado pelo Bahia pelo placar de 1 a 0 na noite da última quarta-feira (22), pelo jogo de ida das Oitavas-de-Final da Copa do Brasil 2019. O gol que deu a vitória para os baianos, na partida que foi disputada no Morumbi, foi marcado por Élber já na segunda etapa. Com a derrota, o Tricolor terá que vencer os baianos por dois ou mais gols de diferença em Salvador par avançar de fase, ou de um gol para levar a partida para as penalidades máximas. Qualquer empate classifica o tricolor de Aço para as Quartas-de-Final.

O gol baiano saiu aos 27 minutos do segundo tempo, após o atacante Rogério (ex-São Paulo) disparar com a bola para perto da meia-lua tricolor, deu um corte sobre o defensor Walce, porém não conseguiu passar pelo Léo. Para a sorte do Bahia, a bola sobrou para Élber que na entrada da grande área e de frente para o gol chutou no lado esquerdo de Thiago Volpi, que se projetava para cair para a direita, e fez o único tento da partida.

Infelizmente, a bola não quis entrar. Ficamos em cima o jogo todo, buscamos o gol de todo jeito, mas vamos tentar reverter em Salvador. O Bahia soube aproveitar o contra-ataque, mas ainda estamos vivos na disputa pela vaga”, disse o atacante do São paulo Toró, que havia sido expulso na última partida diante dos baianos, porém já que aquela partida foi válida pelo Brasileirão, ele pode atuar.

Nós começamos muito bem o jogo e trabalhamos muito a bola. O São Paulo não fez uma má partida, principalmente até o terço final, mas pecamos no famoso último passe e na finalização. Foi um jogo complicado, com um adversário que joga no teu erro, como jogou no último domingo pelo Brasileiro. Nós tivemos chances claras, até mais clara do que a que o Élber fez o gol, mas não convertemos”, disse o treinador Cuca, que lembrou que nada está definido ainda. “Foi o primeiro tempo de um jogo de 180 minutos que a gente sai atrás. Só depende de nós. O que frustra para nós é o resultado, acima de tudo. Você tem que se expor a alguns contra-ataques, é natural. Não foi uma partida mal jogada. Dentro da condição que o Bahia te limita, foi bem trabalhado e jogado, faltou o final”, analisou.