Sáo Paulo promove ação de combate ao Aedes aegypti em parques públicos

Sáo Paulo promove ação de combate ao Aedes aegypti em parques públicos
Fonte: Agência Brasil

Uma ação de combate ao Aedes aegypti está sendo realizada neste sábado (30) nos parques públicos localizados na capital paulista. O objetivo da ação é eliminar criadouros do mosquito transmissor dos vírus da dengue, zika e chikungunya.

Durante toda a sexta-feira, agentes da Superintendência de Controle de Endemias (Sucen), com apoio da Secretarias de Estado da Saúde e do Meio Ambiente farão varreduras nos parques Juventude e Horto Florestal, na zona norte; Guarapiranga, na zona sul; e Villa Lobos e Água Branca. na zona oeste.

A iniciativa integra a campanha estadual Todos juntos contra o Aedes aegypti, que mobilizou mais de 25 mil agentes estaduais e municipais em ações de campo para atuar na Semana Nacional de Mobilização Contra o Aedes aegypti, iniciada na última segunda-feira (26).

A proposta da iniciativa é mobilizar órgãos públicos e a sociedade civil para trabalhar em conjunto com ações educativas e de campo, sobretudo em municípios e áreas com maiores índices de infestação do Aedes aegypti, através da conscientização da população quanto à importância da eliminação dos focos de proliferação do mosquito.

Estatísticas

Segundo o Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa) realizado em outubro e novembro, dos 638 municípios avaliados, 406 apresentam situação satisfatória, 190 estão em alerta e 42 em risco.

Os dados referentes aos municípios de São Paulo, com base em informações da Secretaria estadual de Saúde, colhidas por meio do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), mostram que o número de casos de dengue no estado caiu 99% em dois anos: de 678.031 em 2015, para 162.497 em 2016, e 6.269 em 2017. Neste ano, até 6 de novembro, foram confirmados 9.181 casos autóctones da doença.

Quanto à chikungunya, São Paulo registrou neste ano 209 casos autóctones. No ano passado inteiro, foram confirmados 354 casos. No caso da zika, até agora foram confirmados 123 casos autóctones – em 2017, foram 121 registros.

*Estagiário sob supervisão de Nádia Franco

Sáo Paulo promove ação de combate ao Aedes aegypti em parques públicos