Sebrae-SP oferece curso gratuito de formação em chocolateiro

Super MEI oferece qualificação para o aperfeiçoamento profissional (Crédito: Divulgação)

Para enfrentar a concorrência e oferecer produtos de qualidade, em 2018, a confeiteira Rosana Cristina de Souza Lima, 46, decidiu fazer o curso gratuito de formação inicial em chocolateiro, realizado pelo Sebrae-SP. Além da capacitação profissional, Rosana conseguiu, pelo programa Super MEI do Sebrae-SP, financiamento a juros zero, para investir em equipamentos. Neste ano, o curso acontece entre os dias 18 e 27 de fevereiro, das 13h30 às 17h30, de segunda a sexta-feira, na Etec (Escola Técnica) Piracicaba, à rua Monsenhor Manoel Francisco Rosa, 433, no Centro. 

O objetivo do curso é capacitar empreendedores para atuar na área de alimentação na fabricação de produtos à base de chocolate e cacau, como também para a Páscoa. As inscrições podem ser feitas até o dia 11 de fevereiro, pelo telefone 0800-570-0800 ou no escritório regional do Sebrae-SP, à avenida Rui Barbosa, 132, na Vila Rezende. De acordo com o Sebrae-SP, no Estado de São Paulo, desde 2016 quando teve início do Super MEI, 86.817 pessoas foram capacitadas, sendo 1.278 delas em Piracicaba. Neste ano, segundo o Sebrae-SP, para o Estado estão previstas mais de 55 mil vagas para novos cursos do Super MEI, cerca de 700 vagas para Piracicaba.

 

A capacitação faz parte do programa Super MEI e pode ser feita por quem já é MEI (Microempreendedor Individual) ou ainda por pessoas que não têm empresa, mas têm o desejo de empreender na área. “Eu trabalho com doces tradicionais e em 2018, fiz o curso de capacitação Doceria Brasileira, para ampliar meu cardápio, com doces em calda de mamão, laranja, abóbora. A capacitação agrega valor ao nosso trabalho e como também dou aulas é importante para transferir conhecimento aos meus alunos”, ressalta a culinarista Maria Elisabete Ferreira, 43, que há 20 trabalha nesse segmento.

DIFERENCIAL

A confeiteira Rosana Cristina Lima trabalha há quatro anos com bolos e doces personalizados e no ano passado, tornou-se formal. “Para mim, a capacitação é um diferencial, numa área bastante competitiva. Eu cobro R$ 50 o cento de doces e tem gente que cobra a metade, mas não o tamanho é menor, os produtos utilizados não têm a mesma qualidade. E com o empréstimo pude adquirir mais equipamentos e, com isso tudo isso, aumentar meu faturamento”, detalha.

PROGRAMA

O programa Super MEI do Sebrae-SP oferece qualificação para o aperfeiçoamento profissional e o desenvolvimento de negócios. Para quem já é MEI, há ainda a possibilidade de crédito de R$ 1 mil a R$ 20 mil para investimento, dentro do programa Juro Zero Empreendedor, desde que não tenham restrições cadastrais. “É uma oportunidade única dos MEIs de nossa região se capacitarem e ainda ter um reforço para investir”, destaca a analista de negócios do Sebrae-SP em Piracicaba, Maria Ivone Rodrigues.

(Eliana Teixeira)