Segurança invade supermercado no Centro para agredir ex

(Arquivo/JP)

 

Um segurança de 27 anos foi preso pelo Guarda Civil após ser acusado de invadir um supermercado, na área central da cidade, onde sua ex-namorada, uma caixa de 22 anos trabalha, na manhã desta quinta-feira (3). Ele teria arrastado-a até ao estacionamento, onde passou a agredi-la. O gerente do estabelecimento defendeu-a e o suspeito fugiu, mas foi localizado pelo Grupamento Ciclístico e Romo (Ronda Ostensiva Com Motos). Ele foi encaminhado para a DDM (Delegacia de Defesa da Mulher), onde foi autuado em flagrante sob acusações de violência doméstica, resistência, ameaça e lesão corporal.
O subinspetor Canova informou que às 8h40 foram avisados por uma cliente do supermercado que teria informado que uma funcionária estava sendo agredida por um homem.
Assim que as equipes chegaram, o suspeito já tinha fugido, mas acabou sendo localizado ainda nas imediações pelos guardas. “Ele resistiu à abordagem, mas foi detido”, comentou Canova.
Segundo os guardas, a vítima rompeu seu relacionamento com o suspeito, no dia 23 de dezembro de 2018, mas ele não aceitava a separação. “Desde então, ele passou a ameaçar a jovem”, completou o subinspetor.
Ele disse ainda que o suspeito trabalhava como motorista, mas recentemente estava trabalhando como segurança em uma empresa. “O acusado trabalhou durante toda a noite e na manhã do dia seguinte esteve no trabalho da ex, e passou a agredi-la”, afirmou Canova. O suspeito não tinha antecedentes criminais.
Após prestar depoimento à delegada Eliana Carmona, que respondia pela DDM, ele foi encaminhado à carceragem, onde ficou até ser apresentado à audiência de custódia.
A vítima ficou com escoriações no braço, mas não foi necessário passar por atendimento médico. Nos próximos dias, a jovem deverá passar por exame de corpo de delito no IML (Instituto Médico Legal).

 

(Cristiani Azanha)