Seis infratores recebem multa de mais de R$ 8.000

pesca Polícia Militar Ambiental começou operação em 1º de novembro. ( Foto: Divulgação)

A Polícia Militar Ambiental multou seis infratores em mais de R$ 8.000 na Operação Piracema, anteontem, às margens do rio Piracicaba. Eles usavam três varas de fibra telescópica, três de nylon e duas de bambu. Somente no período de 1º a 16 de novembro foram 186 horas navegadas; 94 fiscalizações de pesca (período diurno e noturno), 47 autos de infração, totalizando em R$ 53.360. Além de 30 petrechos diversos apreendidos (caniço simples, molinete, carretilha, rede, barduelo, anzol de galho, tarrafa, garateia, entre outros) na região.

Uma das abordagens ocorreu na avenida Cruzeiro do Sul, no bairro Nova Piracicaba, onde três homens teriam sido flagrados pescando em um barranco, com três caniços de fibra telescópica e caniço de nylon com molinete a menos de 1.500 metros de corredeira. Eles foram multados em R$ 4.200 e os petrechos apreendidos.

Durante outra ação na mesma região, outros três homens também estariam em um barranco com dois caniços simples, dois caniços de nylon com molinete. Eles foram autuados em R$ 4.240 (no total). Um pescado que tinha sido capturado foi solto ao rio.

PIRACEMA — A operação será realizada até 28 de fevereiro de 2019, período em que ocorre a reprodução dos peixes na bacia hidrográfica do rio Paraná, que inclui Piracicaba. De acordo com Instrução Normativa Ibama nº 25 de 2009, a pesca é proibida para todas as categorias e modalidades em: lagoas marginais; a menos de 500 metros de confluências e desembocaduras de rios, lagoas, canais e tubulações de esgoto; até 1.500 metros a montante e a jusante das barragens de reservatórios de hidrelétricas e de mecanismo de transposição de peixes; até 1.500 metros acima e abaixo de cachoeiras e corredeiras e demais locais previstos no artigo 3º da norma. No período normal, a proibição para a pesca é de 200 metros do início e fim de corredeiras. Na piracema essa extensão passa a ser de 1.500 metros, trecho em que não é permitido fazer a pesca com vara simples (caniço), sem uso de molinetes e de embarcações.

(Cristiani Azanha)