Sem comitê na cidade, Bolsonaro conta com centenas de apoiadores

apoiadores Voluntários do Movimento Direita Piracicaba. ( Foto: Divulgação)

Com 64% dos votos dos piracicabanos no 1º turno das eleições, o candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL), não tem comitê constituído na cidade. As manifestações de apoio ao deputado federal e militar reformado ocorrem de maneira voluntária e são organizadas pelo Movimento Direita Piracicaba. De acordo com a cientista de alimentos Mariana Chiarini, são 20 organizadores e centenas de apoiadores. “Não tem comitê do PSL e nem de coligados na cidade”, afirmou Mariana, que é uma das organizadoras.

De acordo com ela, até o momento foram realizadas duas carretas, no dia 23 setembro com 1.500 veículos e a última na segunda-feira pós eleição (6) da qual participaram 12.000 participantes. “Ocorreram diversos adesivaços e panfletagens e uma passeata com a participação do Senador Major Olímpio (senador eleito)”, afirmou. Sem uma sede própria, os organizadores e correligionários de Bolsonaro apostam na campanha pelas redes sociais. “Usamos as redes sociais e realizamos ações de rua como em toda campanha.”

Segundo a cientista, os organizadores pretendia trazer o candidato para uma visita à cidade na campanha do primeiro turno, mas os planos foram deixados de lado após o atentado sofrido por ele em Minas Gerais. “Nós estávamos trabalhando para trazê-lo, ainda durante o pleito eleitoral, porém ele sofreu a tentativa de assassinato. Já trouxemos o senador Major Olímpio, o deputado federal Eduardo Bolsonaro e o deputado federal Gil Diniz, logicamente esperamos a visita do nosso presidente, isso será ótimo para o Movimento Direita Piracicaba”, afirmou. “A nossa expectativa é que ele seja eleito, com maioria expressiva de votos, e que faça um bom mandato.”

(Beto Silva)