Semae promete “minimizar problema” em área rural

Em nota, autarquia diz que vai implantar mais 1.500 metros de reforço de rede; ação começa nesta semana. (foto: Claudinho Coradini/JP)

Após a reportagem do Jornal de Piracicaba relatar as reclamações dos moradores do bairro Monjolinho sobre a falta de água e as dificuldades quanto ao fornecimento por parte do Semae (Serviço Municipal de Água e Esgoto), a autarquia prometeu minimizar o problema na região ainda nesta semana. “Implantaremos 1.500 metros de reforço de rede a fim de minimizar a falta d’água na área rural do bairro Monjolinho”, informa a assessoria do Semae em nota.

Na última terça-feira (17), os moradores relataram que o bairro passa por essa situação “catastrófica” há quase um ano, e que nas últimas semanas o problema aumentou. “Faz um ano que estamos passando por essa situação. Acontece que nos últimos dias o problema aumentou.

Antes, tínhamos água durante a madrugada por dois, três dias, porém agora, a população não tem acesso à água há uma semana. As reservas da caixa d’água acabaram e ninguém tem mais água para beber, se alimentar e fazer as necessidades básicas do dia a dia.

A autarquia fala que toda hora manda caminhão-pipa na região, mas nós nunca vimos. Chega a ser desumano e humilhante o que estão fazendo com a gente”, explicou a assistente social e moradora do bairro, Gislaine Catarino. Diferentemente do que alegam os moradores, o Semae afirma que continua enviando caminhões-pipa para abastecer o reservatório da região, “mas devido ao alto consumo, a caixa d’água não consegue se restabelecer”.

Por fim, a assessoria ressalta que um vazamento foi encontrado e reparado na terça-feira (17) e pede para que os residentes “entrem em contato com a instituição caso encontrem novos vazamentos”.

Marcelo Uliana
[email protected]