Semae quer empréstimo de R$ 13,5 milhões para obras

O prefeito de Piracicaba, Barjas Negri (PSDB), encaminhou anteontem para a Câmara um projeto de lei que autoriza o Semae (Serviço Municipal de Água e Esgoto) a contratar um empréstimo de R$ 13,5 milhões junto à CEF (Caixa Econômica Federal) para a execução de obras de distribuição e melhoria da rede de abastecimento de água. A contrapartida da autarquia será de R$ 711 mil.
 
De acordo com a proposta, o recurso é de uma linha de crédito do banco estatal chamada “Saneamento para Todos”. “Com a crescente expansão urbana, Piracicaba não pode deixar de investir na rede de abastecimento, principalmente nas regiões periféricas onde se registra grande crescimento populacional, como Dois Córregos, Santa Rita, Cecap, São Francisco/Taquaral, Monte Feliz, entre outras. Estima-se que cerca de 100 mil pessoas serão beneficiadas com essas obras”, informou a prefeitura, em nota. 
 
Entre as obras previstas estão a substituição da subadutora da ETA (Estação de Tratamento de Água) Marechal, que está comprometida pela corrosão. A intervenção vai reforçar a disponibilidade de água nos reservatórios Marechal e Unileste; a construção da subadutora Unileste/Cecap, que vai melhorar o abastecimento no bairro Dois Córregos, e um booster, que fará a pressurização do sistema na região do Monte Feliz. Essas intervenções fazem parte do Plano Diretor de Abastecimento de água do Semae, revisado em 2010. A expectativa é de que todas sejam concluídas até o final de 2020. 
 
“O empréstimo, a ser amortizado ao longo de 240 meses com recursos da tarifa, serve de incentivo para que o Semae realize essas obras pensando no abastecimento para os próximos 20 anos”, explicou o presidente do Semae, José Rubens Françoso.