Semae realiza mais um mutirão de adesão a Tarifa social da água

Adesão a Tarifa Social acontece hoje (25). (Crédito: Amanda Vieira/JP)

Famílias com renda de até um salário-mínimo por pessoa podem se cadastrar na Tarifa Residencial Social. No primeiro mutirão para aumentar o número de cadastros, no último sábado (18), foram efetivadas 12 solicitações, no Cras Jardim São Paulo.

Neste sábado, o mutirão ocorre no Cras da Vila Sônia, das 9h às 15h. O cadastramento é realizado pelo Semae (Serviço Municipal de Água e Esgoto) em parceria a Smads (Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social). O Cras Vila Sônia fica na rua Pe. Otto Andreas Josef Wolf, 720.

De acordo com o Semae, o objetivo dos mutirões é viabilizar o atendimento daqueles que não podem comparecer até uma unidade do Serviço.

As famílias já cadastradas na Tarifa Residencial Social, mas que estão com informações desatualizadas, também podem participar dos mutirões para atualizar o cadastro.
Além da renda, para participar, a família precisa estar inserida no CadÚnico, a ligação de água e esgoto deve estar ativa e o titular deve ser o responsável familiar.
Aqueles cadastrados na Tarifa e que consomem 10m³ ao mês têm desconto de 50% na conta de água. Já os que consomem entre 11m³ e 20m³, 25%.

Na hora do cadastro, além de comprovantes de despesa (conta atual de água e luz), é obrigatório apresentar documentação original de todos os membros da família: certidão de nascimento ou casamento; RG; CPF; título de eleitor; cartão do posto de saúde; carteira profissional – mesmo sem registro; último holerite de pagamento – se trabalha registrado, e comprovante de renda para aposentados e pensionistas. Para os menores de 15 anos é preciso apresentar ainda nome da escola e série ou declaração de matrícula escolar.