Série A2: XV é superado pelo Água Santa e conhece 1ª derrota

Com o revés, o XV segue na vice-liderança, mas pode perder posições no complemento da rodada.

O XV de Piracicaba conheceu nesta quarta-feira (30) a primeira derrota na Série A2 do Campeonato Paulista. Jogando em Diadema, o time piracicabano perdeu por 2×0 para o Água Santa, em confronto válido pela quarta rodada da competição estadual. Alvinho e Celsinho marcaram os gols, ambos no segundo tempo. Com o revés, o XV segue na vice-liderança, mas pode perder posições no complemento da rodada. O Alvinegro volta a atuar no próximo sábado (2), às 16h30, diante do Santo André no Barão da Serra Negra.

O XV entrou em campo em Diadema com apenas uma novidade em relação ao time titular que encarou o Nacional, no último fim de semana: Fábio voltou ao gol e substituiu Luiz Fernando. O duelo começou movimentado, com as duas equipes chegando ao ataque antes do relógio marcar 5min. A primeira chance clara de gol, porém, veio aos 10min: Luan Dias cruzou a bola na medida para Alvinho marcar, mas o zagueiro Douglas Marques foi preciso no corte para salvar o Nhô Quim.

Apesar do início em alto ritmo, a velocidade do jogo não demorou a cair devido à temperatura: 32ºC e sensação térmica na casa dos 40ºC. O Água Santa concentrava as jogadas com o apoio do lateral-esquerdo Bruno Recife, impreciso nos cruzamentos, enquanto o XV aguardava os contragolpes, mas as ligações diretas para Ítalo e Ronaldo não geravam problemas para o setor defensivo do Netuno. Aos 41min, Alvinho teve a melhor chance do primeiro tempo: cara a cara com Fábio, o atacante bateu cruzado, mas o goleiro salvou com os pés.

O Alvinegro voltou com a mesma formação para a segunda etapa, mas passou a frequentar mais o campo de ataque, embora faltasse poder de conclusão. Aos 7min, Ítalo puxou o contra-ataque e passou para Kadu, que tentou servir Ronaldo, mas a zaga adversária interceptou o lance. Na sequência, Kadu arriscou de fora da área e exigiu a defesa do goleiro Paes. Aos 9min, Paes evitou o gol de Gilberto Alemão, que cabeceou livre após cobrança de escanteio. A primeira substituição de Tarcísio Pugliese foi a entrada de Andrei no lugar do apagado Danilo Bueno.

O Água Santa entrou no jogo e, aos 23min, Fábio voltou a salvar o Alvinegro: Alvinho ficou novamente cara a cara com o goleiro, que fechou o ângulo e evitou o tento. No terceiro duelo entre os dois, não deu para o camisa 1 do XV. Aos 25min, Celsinho fez grande jogada pela direita e bateu cruzado. A bola encontrou Alvinho livre para completar: 1×0. Em desvantagem, Pugliese sacou Elias Ceará e Ítalo para colocar André Cunha e Cassio Gabriel em campo. Apesar das mudanças, foi o Água Santa que marcou. Aos 46min, Fábio cometeu pênalti em Dada e defendeu a cobrança de Celsinho, que aproveitou o rebote para dar números finais ao marcador.

FICHA TÉCNICA

E.C. Água Santa 2

Paes; Jonathan Bocão, Luizão, Lombardi e Bruno Recife; Serginho, Everton (Rodrigo Sam), Diogo Margazão (Erick) e Luan Dias (Celsinho); Alvinho e Dada. Técnico: Márcio Ribeiro

E.C. XV de Piracicaba 0

Fábio; Robertinho, Douglas Marques, Gilberto Alemão e Michel; Elias Ceará (Cassio Gabriel), Walfrido e Danilo Bueno (Andrei); Kadu, Ítalo (André Cunha) e Ronaldo. Técnico: Tarcísio Pugliese

Gols: Alvinho (AGS) aos 25min e Celsinho (AGS) aos 46min/2ºT | Árbitro: Márcio Henrique de Gois | Cartões amarelos: Diogo Marzagão e Serginho (AGS); Fábio (XV) | Público: 5.490 pagantes | Renda: R$ 40.660,00

(Líder Esportes)