Serviços apresentaram queda em 2018

Reclamação sobre produtos teve queda de 9,35% no ano.

Os serviços realizados pelo Procon (Programa de Proteção e Defesa do Consumidor) no ano de 2018 caiu em 4,17% em relação a 2017. No ano passado foram realizados 11.743 atendimentos, enquanto que no ano retrasado foram 12.254. O procurador-geral do município e responsável pelo Procon, Sérgio Bissoli disse que a queda no número de atendimentos se deve ao trabalho realizado pelo Programa, que realiza diversas palestras junto aos fornecedores locais. “Além do Procon, o consumidor tem à sua disposição outras plataformas para fazer sua consulta, além de divulgações de matérias de orientação, por diversos órgão de defesa dos direitos do consumidor, o que é uma ferramenta a mais para reclamar por seus direitos junto ao fornecedor”, explica.

As solicitações relacionadas aos produtos novamente foram as mais requisitadas no Procon, porém este segmento diminui de um ano para outro, já que foram 3.075 nos últimos 12 meses
contra 3.392 em 2017, representando uma diminuição de 9,35%. “Tem que ser considerado o poder de compra dos consumidores. O poder aquisitivo, acredito, tem mudado muito nos últimos tempos. Hoje o consumidor tem comprado o que realmente precisa”, explica Bissoli sobre a queda nas solicitações.

Levantamento divulgado pela secretária de comunicação da Prefeitura de Piracicaba, informa que dos 11 segmentos apresentados, nove (entre eles produtos) tiveram uma diminuição de 2017 para 2018. As reclamações abertas para o Procon foram a maior diminuição em 2018, já que foram de 24 no ano retrasado e, 15 no último ano, uma diminuição de 37,50%. As reclamações baixadas também diminuíram bastante, indo de 27 para 18, uma baixa de
33.33%. As solicitações em relação aos alimentos também caíram, indo de 139 em 2017 para 97 em 2018, caindo em 30,22%.

Os segmentos que aumentaram de 2018 em relação a 2017 foram as solicitações relacionadas à saúde e os serviços extras relacionados ao Procon, porém o aumento não passou de 10%. Bissoli avalia positivamente o trabalho realizado pelo Procon,
por meio das campanhas de orientação e diligências diárias. “É importante o consumidor registrar sua reclamação junto ao fornecedor, sempre quando possível. Inclusive, diversos seguimentos fornecem numero de protocolo da reclamação ou solicitação”, detalha.
SERVIÇO:
O Procon atende no Térreo 02 do Centro Cívico, localizada na rua Capitão Antônio Corrêa Barbosa, 2.233,
de segunda à sexta-feira, das
8h30 às 16h30 Além do Procon, o consumidor tem à sua
disposição os site www.consumidor.gov.br, www.reclame aqui.com.br.