Servidor registra BO contra vereador Tozão

O funcionário público que foi alvo de críticas do vereador Osvaldo Airton Schiavolin, o Tozão (PSDB), registrou anteontem um BO (boletim de ocorrência) contra o parlamentar. Na semana passada, durante reunião da Câmara, Tozão disse que tinha vontade de ‘rachar no meio‘ a cabeça do funcionário. Representantes do Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Piracicaba e Região devem usar a tribuna da Casa hoje à noite para expor o lado do servidor, que relata ter pelo menos três testemunhas para confirmar sua versão. Segundo o servidor, o vereador queria protocolar um documento de isenção de IPTU para um produtor rural de Saltinho. Após constatar que a demanda não era de sua alçada, o servidor teria pedido para que Tozão fosse até outro departamento. “Quando então aquele vereador perguntou sobre o seu nome e o declarante o informou, dizendo o vereador para que um assessor que o acompanhava anotasse o seu nome, ouvindo em seguida o vereador Osvaldo, conhecido por Tozão, teria para o assessor o seguinte: ‘um dia veremos (nome do servidor) no canavial’, sentindo o declarante ameaçado em sua integridade física‘, traz o BO. O documento cita ainda matéria do JP, publicada no dia 10, quando foi noticiado que o vereador usou a tribuna da câmara para dizer que gostaria de ‘bater a cabeça do declarante e rachar no meio’, em razão de um suposto mal atendimento. Em entrevista na última terça, Tozão negou que tenha ameaçado o funcionário, reforçou que foi ofendido por ele e que fará uma representação contra o servidor na prefeitura. O caso será investigado pela Polícia Civil. (André Rossi)