Sesc Piracicaba comemora 40 anos

Unidade tem 55 mil credenciados na categoria plena e recebe 2.000 visitantes por dia. (Foto: Lucas Cersosimo)

Inaugurada em 30 de novembro de 1979, a unidade do Sesc em Piracicaba completa 40 anos de atividades. A construção teve início em agosto de 1975 e foi orçada em 20 milhões de cruzeiros para uma estrutura de 15 mil metros quadrados. Sua inauguração marcou o início da fase de urbanização da Rua do Porto. Hoje, são mais de 55 mil credenciados na categoria plena e uma média de 2 mil visitantes/dia. Em setembro, a unidade recebeu uma Moção de Aplausos da Câmara Municipal de Piracicaba.

Para celebrar a data, além do show comemorativo da Tulipa Ruiz & Pipoco das Galáxias, realizado no último dia 21, a unidade recebeu o Estúdio 40 anos, um espaço que colheu depoimentos dos frequentadores ao longo dos 40 anos de atividade neste mês de novembro. A proposta foi de coletar as impressões dos usuários e frequentadores da unidade para compreender sobre a influência do Sesc no cotidiano dos piracicabanos.

Para o gerente do Sesc Piracicaba, Fábio José Rodrigues Lopes, a missão em Piracicaba começou há 40 anos, mas a instituição oferece bem-estar e qualidade de vida por meio da cultura, esporte, saúde, alimentação, entre outros serviços, há 73 anos. “Completar 40 anos em Piracicaba reforça nossa missão de seguir atuando na cidade, sempre junto de parceiros que entendem a importância de oferecer à população piracicabana atividades e oportunidades que caminham para o desenvolvimento humano”, complementa.

PROJETOS

Entre os programas oferecidos pelo Sesc SP, o Turismo Social é o preferido do casal Luiz e Tânia Peixe. Credenciados do Sesc Piracicaba há 35 anos, eles participam de diversas atividades e somam 19 excursões, além de outras viagens para conhecer as demais unidades do Sesc no país. “A gente gosta muito pela pontualidade. Os guias são muito bons, a limpeza, o valor é convidativo e a honestidade e confiança no serviço”, avalia Luiz.

O publicitário Mateus Piffer frequentou o Curumim até os 12 anos de idade. Entre as principais lembranças estão as atividades esportivas, amizades e diversão. “O Curumim tem um papel vital na minha vida hoje. O fato de ter participado me fez a pessoa que eu sou hoje em relação à tolerância e a pluralidade.”

A unidade de Piracicaba tem como destaque a Bienal Naïfs do Brasil. Originada das mostras anuais realizadas pelo Sesc Piracicaba de 1986 a 1991, a Bienal teve sua primeira edição em 1992. Desde então, se tornou uma referência nacional e internacional nas expressões artísticas de caráter popular, autodidata e espontâneo. A próxima edição já está marcada para agosto de 2020.

Da Redação