Sindicato dos servidores públicos rejeita contraproposta de reajuste de salários

Propostas de reajuste salarial da Prefeitura de Piracicaba serão debatidas em assembleia (Foto: Claudinho Coradini/JP) Propostas de reajuste salarial da Prefeitura de Piracicaba serão debatidas em assembleia (Foto: Claudinho Coradini/JP)

A diretoria do Sindicato dos Servidores Municipais de Piracicaba, Saltinho, São Pedro e Águas de São Pedro rejeitou a contraproposta da Prefeitura de Piracicaba ao pleito salarial apresentado pela entidade para a data-base da categoria deste ano. O sindicato que representa cerca de 8 mil funcionários municipais, apresentou a proposta de 3,51% de inflação e R$ 150 de abono. Segundo a entidade, durante a assembleia com a categoria, realizada na semana passada, foram apresentados os dados da inflação do período e da reposição inflacionária de acordo com a média de índices oficiais.

Em ofício assinado pelos secretários municipais de Governo (José Antônio de Godoy), Administração (Erotides Gil Bisshard), Finanças (José Admir Moraes Leite) e o procurador geral (Milton Sérgio Bissoli), a prefeitura informou que nos últimos quatro anos (2015 a 2018) fechou com expressivo déficit orçamentário, totalizando R$ 181,3 milhões no período.

Com essa justificativa, a administração municipal propôs no documento a recomposição inflacionária com base nos índices oficias, ficando o reajuste de 1,95% para 1º de março e outra parcela de 1,91% a partir de 1º de setembro.

Em nota, o sindicato informou ontem que recebeu a contraproposta da administração municipal referente as pautas elencadas na assembleia geral realizada no dia 15 de fevereiro e adiantou que o acordo proposto não atende aos pedidos da categoria. “Outra questão importante refere-se às perdas inflacionárias: conforme a solicitação feita em assembleia, a administração reconhece, porém, dificuldade ao tentar parcelar em dois pagamentos”, informou a entidade em nota.

“Logicamente que o sindicato faz menção pela rejeição porque entende que a inflação tem que ser contemplada uma única vez”, acrescentou, informando que as propostas da prefeitura serão comunicadas e debatidas em assembleia com os servidores marcada para hoje às 17h30.

A prefeitura informou ainda no ofício, que está se adequando ao aumento significativo de aposentadorias em seu quadro, o que está exigindo aumento de reajustes ao Ipasp (Instituto de Previdência e Assistência Social dos Funcionários Municipais de Piracicaba). Segundo a administração, nos últimos quatro anos, os reajustes ao instituto somaram R$ 189,9 milhões.

Beto Silva