Anônimos ganham a vida nos semáforos de Piracicaba

Paulo Rodrigues sonha com emprego com carteira registrada. (Claudinho Coradini/JP)   Ao contrário da grande parte dos motoristas que circulam apressados pelas ruas da cidade, eles preferem os faróis fechados. A cada farol vermelho, o verde da esperança acende para os vendedores de milho, panos de prato, entregadores de panfletos e de outras centenas de […]

Leia Mais