Teatro do Sesc sedia exibição de Minhas tardes com Margueritte

sesc Em Minhas tardes com Margueritte, Germain Chazes (Gérard Depardieu) . (Foto: Divulgação)

O Sesc tem hoje, a partir das 20h, exibição gratuita do filme Minhas tardes com Margueritte. Com direção de Jean Becker, o longa-metragem é inspirado no livro La Tête en Friche, de Marie-Sabine Roger. A sessão faz parte do ciclo Livros e Leitores, que tem por objetivo exibir filmes que trazem como tema a leitura e os leitores. Às 19h, a doutora em Teoria Literária Josiane Maria de Souza media bate-papo sobre a obra cinematográfica. Ingressos para o evento devem ser retirados com uma hora de antecedência.

Em Minhas tardes com Margueritte, Germain Chazes (Gérard Depardieu) leva uma vida pacata que se movimenta pela horta, pelos pombos que procuram a praça e junto com os amigos do café. Ele mal sabe ler, mas tem a vida mudada quando conhece, na praça onde vai todos os dias, uma velhinha fora do comum, chamada Margueritte (Gisèle Casadesus, atriz de 96 anos). Margueritte começa a ler para Germain e, dessa maneira, abre as portas da leitura que, até então, estavam fechadas para ele. Nasce entre os dois uma relação especial.

Germain é um feirante da cidade de Pons. Mora com a mãe, relaciona-se com uma mulher mais nova, motorista de ônibus, e bebe com os amigos de trabalho. É a nonagenária Margueritte que, pela literatura de Albert Camus e Romain Gary, ensina Germain a ser menos tosco.

“Através dessa história, iremos debater a importância do letramento. Quando Germain conhece essa senhora, ela transforma o poder que a literatura pode trazer. É muito importante conversarmos mais sobre a leitura e sobre os livros que lemos. Infelizmente, hoje em dia esse diálogo não está sendo mais possível por conta da tecnologia”, disse Josiane.

SERVIÇO — Roda de conversa e exibição do filme Minhas tardes com Margueritte. Hoje, às 19h, no Sesc (rua Ipiranga, 155, Centro). Entrada gratuita. Informações: (19) 3437-9292.

(Ana Caroline Lopes)