Temer: acordo regulatório é o mais amplo já assinado pelo Brasil

Temer: acordo regulatório é o mais amplo já assinado pelo Brasil
Fonte: Agência Brasil

O presidente Michel Temer está em Santiago, no Chile, onde assinará um acordo de livre comércio, visando incrementar o comércio entre os dois países. Por meio de sua conta no Twitter, ele disse que este será o “maior acordo regulatório firmado pelo Brasil.”

“Assinaremos nesta quarta-feira, em Santiago, o Acordo de Livre Comércio entre o Brasil e o Chile. Trata-se do mais amplo acordo bilateral sobre questões regulatórias já firmado por nosso país”, disse Temer.

O presidente Michel Temer durante solenidade de comemoração dos 50 anos da Receita Federal, no Palácio Itamaraty.

Temer está no Chile onde assinará acordos para incrementar as relações comerciais  (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Ao lado do presidente chileno, Sebastián Piñera, Michel Temer assinará um acordo de livre comércio que reúne 17 itens. Um dos principais pontos envolve o fim da cobrança de roaming internacional para dados e telefonia móvel entre os dois países.

Há ainda compromissos em comércio eletrônico, práticas regulatórias, medidas de combate à corrupção, meio ambiente e questões trabalhistas.

Temer participa de uma cerimônia, depois terá reunião com Piñera e ministros das áreas específicas, e, a seguir, assinará o Acordo de Livre Comércio entre Brasil e Chile. De acordo com a agenda oficial, estão previstas declarações à imprensa e almoço com o presidente do Chile.

O Chile é o segundo principal parceiro comercial do Brasil na América do Sul e importante destino de investimentos brasileiros na região.

Em 2017, o intercâmbio comercial bilateral alcançou US$ 8,5 bilhões, o que representa incremento de 22% em relação ao mesmo período do ano anterior.

De janeiro a setembro de 2018, o intercâmbio comercial entre Brasil e Chile foi de US$ 7,21 bilhões, aumento superior a 13% em relação ao mesmo período de 2017.

O Brasil é o maior parceiro comercial do Chile na América Latina e principal destino dos investimentos chilenos no exterior, com estoque de US$ 31 bilhões.

Temer: acordo regulatório é o mais amplo já assinado pelo Brasil