Terminal do Cecap passará por reforma

A Prefeitura de Piracicaba abriu ontem a licitação para escolha da empresa que executará a reforma do terminal de ônibus Cecap/Eldorado. Orçado em R$ 753 mil, o investimento faz parte do plano de mobilidade urbana — do qual também estão incluídos os corredores preferenciais para o transporte coletivo — financiado pela CEF (Caixa Econômica Federal).
 
O edital prevê a execução de obras de acessibilidade, drenagem e pintura. Também serão reformados o refeitório e o sanitário dos motoristas e haverá a implantação de um banheiro “família” — equipamento unisex onde os pais podem levar as crianças — e adaptação dos atuais banheiros para passageiros ostomizados. 
 
A sessão de entrega dos envelopes e a abertura das propostas estão marcadas para o dia 27 de fevereiro. Todo o processo de análise técnica e dos documentos de habilitação deve consumir mais 30 dias. Após a conclusão da concorrência pública e assinatura do contrato, a empresa vencedora terá 180 dias, contados a partir da emissão da ordem de serviço, para concluir as intervenções.
 
Inaugurado em 2000, o terminal Cecap/Eldorado é o segundo mais “novo” do sistema de transporte urbano de Piracicaba — atrás apenas do terminal São Jorge, inaugurado em 2008 — e já passou por uma reforma em 2004, numa parceria entre a prefeitura e empresas de ônibus. 
 
Ela será a segunda estação a ser reformada com recursos do financiamento da Caixa. Em dezembro, a prefeitura reinaugurou o Terminal da Vila Sônia após quase um ano de obras. 
 
Segundo o secretário municipal de Trânsito e Transportes, Jorge Akira, ao contrário do que aconteceu na Vila Sônia, o terminal não será fechado para execução da reforma. “As obras vão acontecer simultaneamente à operação do terminal. Traçamos um planejamento para que tenha o mínimo de transtorno possível para os passageiros”, afirmou.
 
Ainda de acordo com Akira, os problemas causados pela chuva no local fizeram com que a administração optasse por iniciar as intervenções antes dos demais. “Temos um problema de drenagem, de acúmulo de água, que será resolvido com a reforma”, completou. 
 
O plano de mobilidade de Piracicaba tem um investimento previsto de R$ 52 milhões, financiados pela Caixa, com R$ 2,8 milhões de contrapartida do município. Segundo a Semuttran, a próxima intervenção a ser licitada deve ser a reforma do terminal Pauliceia, cujas obras devem seguir o mesmo padrão adotado no terminal da Vila Sônia. A expectativa é de que o edital seja publicado em um mês.