Terminal provisório é alvo de reclamações de usuários

Quem utiliza o transporte público naquela região relata falta de ônibus, banheiros e de uma 2ª entrada. (Fotos: Amanda Vieira/JP)

O terminal provisório do Piracicamirim ( TPI) começou a funcionar na terça-feira (27), mas já rendeu reclamações dos usuários quanto a sua estrutura. O provisório não tem bancos suficientes para atender a demanda de pessoas que passa pelo local, o telhado instalado é muito alto e com a chuva, conforme reclamam os usuários, todos ficarão desprotegidos. Além disso, tem apenas uma entrada para o terminal.

Segundo Ocimar Ferneda, de 55 anos, uma reformulação no terminal era necessária, pois o antigo estava obsoleto em questões dos banheiros, e nos dias em que chovia, já que o lugar virava uma ‘lagoa’, contudo, segundo ele, o provisório também apresenta falhas. “Agora que fizeram aqui o provisório, o dia que chover todo mundo vai tomar um banho chuva, além do sol que, durante a tarde não perdoa ninguém, mesmo estando em área coberta”, disse.

Antes, onde existia uma segunda opção de entrada para o TPI – pela rua Gonçalves Dias -, a passagem está fechada, fazendo com que os usuários tenham que dar a volta até a rua Leontino Boscariol para a entrada principal do terminal antigo. Natália Oliveira, de 51 anos, tinha acabado de voltar do pronto-socorro na qual tomou uma injeção e teve que andar um bom trecho para chegar a única entrada do terminal. “Não tem nada arrumado e nós, com dor, temos que dar toda essa volta aí”, disse.

Para Natália, a reforma do terminal vem em boa hora, porém, acredita que a prefeitura poderia ter deixado tudo bem organizado antes de iniciar as obras. “Espero que a obra seja rápida para que nós não sofrermos mais aqui neste local”, completou.

Em nota, a prefeitura informou que como a reforma é recente os usuários estão sentindo dificuldade na adaptação ao terminal provisório “e que as dúvidas que estão existindo sobre os bancos, entradas, entre outras reclamações devem ser sanadas nos próximos dias”.

Além disso, a prefeitura lembrou que há equipes da Semuttran (Secretária Municipal de Trânsito e Transporte) e Via Ágil auxiliando os usuários. “Os banheiros que estão no terminal provisório da Pauliceia serão transferidos para o do Piracicamirim e que o acesso à rua Gonçalves dias será liberado ainda hoje (ontem)”.

Para Cleusa Scanholato, de 69 anos, a reforma no terminal está sendo ótima, mesmo o provisório não suprindo todas as necessidades da população. “Tudo tem um sacrifício, tudo tem um porquê, se vai reformar para ficar melhor, acho que temos que aguardar e ver o que vai acontecer”, afirmou. A reforma do Terminal do Piracicamirim (TPI) tem o prazo de 12 meses para conclusão.

A Construtora Maxfox LTDA é a responsável pela obra, que terá investimento de R$ 5,3 milhões. O investimento em obras de reforma do TPI está previsto no financiamento Mobilidade Médias Cidades.

Isabella Ercolin
[email protected]