Terreno vira lixão a céu aberto no Alto da Boa Vista

Área no Alto da Boa Vista tem mato alto, lixo e entulho (Foto: Divulgação) Área no Alto da Boa Vista tem mato alto, lixo e entulho (Foto: Divulgação)

Cansada da quantidade de lixo que é jogada na rua Gilda Willemsens Conceição, no bairro Alto da Boa Vista, a analista financeira Maiara Maria Giusti, 26, protocolou duas reclamações no SIP (Serviço de Informação à População)156. Segundo Maiara, há cerca de um mês o local está repleto de lixo. “No Centro da cidade tudo causa indignação. Agora, nos bairros afastados pode ter mato e lixão a céu aberto?”, questiona Maiara.

De acordo com a Sedema (Secretaria de Defesa do Meio Ambiente), o local já passou por vistoria e quatro proprietários de terrenos foram notificados para que executem a limpeza geral. A assessoria de imprensa da Sedema ressalta que a Divisão de Controle e Fiscalização da Secretaria está ciente sobre os protocolos nº 11191 e 11195, gerados pelo SIP 156, para a reclamação da moradora do bairro Alto da Boa Vista.

Segundo a assessoria de imprensa, no mesmo dia da reclamação, a Divisão de Controle e Fiscalização solicitou a retirada de moveis, restos de construção e lixo. “Se os terrenos não forem limpos, os donos serão autuados. A multa é de R$ 433,41 (cada terreno). E, se não executarem a limpeza, a prefeitura faz e encaminha para a dívida ativa”, informa a assessoria.

Como além de mato, os terrenos têm entulho, explica a assessoria da Sedema, pela lei, primeiro os proprietários são notificados por causa do entulho, e multados na reincidência. “Depois, se retirarem o entulho, mas não executarem a capinação, só então serão autuados por falta de capinação, de acordo com a lei”.

MATO

A assessoria da Sedema diz que em terrenos com mato alto, depois da vistoria, após confirmada a altura com mais de 80 centímetros, o fiscal da pasta faz uma foto e emite o auto de infração ao proprietário. “Se a limpeza não for realizada em um prazo de 10 dias, a multa dobra de valor. Se ainda assim, o proprietário do terreno não tomar providências, a Prefeitura faz a limpeza e envia os custos ao proprietário”, informa a assessoria.

Eliana Teixeira