Tons do Natal!

Da tradicional às ultimas tendências, as decorações de Natal e Réveillon estão cada vez mais charmosas, aconchegantes e slim

Tons pastel, rosê e azul, e xadrez são algumas das apostas em tendências para o principal símbolo do Natal. Também tem a união do cobre com o marrom e uma paleta mais romântica juntando o rosa e marfim. As árvores enfeitadas também ganham vários formatos e se adequam aos espaços mais enxutos das famílias que moram em apartamento. Tem para pendurar na parede. Tem árvore de cabeça para baixo para teto. E a indústria de decoração agora está entregando o formato slim, mais ‘magrinhas’, com o raio da sua circunferência menor mesmo para modelos maiores que dois metros.
Em uma pesquisa pelas grandes lojas virtuais com endereço físico na Capital paulista ou em grandes centros, os laços forram as árvores. A juta, junto de adereços mais rústicos como a pinha, insere a natureza com muita harmonia. Os laços estofados em vermelho também estão disponíveis em várias versões no varejo paulista. Velas e lanternas têm aparecido forte neste Natal como um brilho além do conhecido pisca-pisca.
Há 15 anos no ramo de decoração, Rita Gozetto, da Além da Lua, conta que a cor cobre é uma tendência de 2018 para o design de interiores. A cor agora também aparece nas árvores de Natal misturadas ao verde. “Seguindo a tendência, a sugestão é a personalização utilizando porta-retratos em cobre para destacar pessoas e momentos. Também é uma ideia que cabem mensagens (nos porta-retratos). É uma forma de dar identidade à decoração.”
Rita conta que as tradicionais em verde, vermelha e branca também não perderam seu lugar no Natal. “Estou com uma versão slim com o diferencial de uma base fina. Este modelo quase não ocupa espaço e chega a ter 2,10 metros. É ideal para uma entrada ou para apartamentos pequenos”, explica.
Para quem tem família com crianças, Rita indica as mais tradicionais e clássicas com elementos infantis como o Papai Noel ou ursos. Já as árvores iluminadas são ideais para quem tem muito pouco espaço, mas gosta do brilho do Natal. “Esta é uma opção com luz branca fria que pode receber enfeites e funciona o ano todo como uma luminária na sala ou abajur no quarto.”
Entre as realmente pequenas, para mesas ou adorno de móveis, vêm em tecido e também com elementos naturais como folhas desidratadas ou frutas artificiais. A partir de R$ 49 é possível ter uma referência natalina no seu ambiente!

Dicas decór 
• Montagem: O ideal é começar a pensar na decoração após a segunda quinzena de novembro, mas mesmo em cima da hora é possível organizar a casa com cuidado.
• Tradicional ou moderna? O primeiro passo para iniciar a decoração da sua casa é definir qual linha de decoração você quer seguir, sendo elas, tradicional ou moderna. Lembre-se que a escolha deve ser feita de acordo com o seu perfil e da sua casa.
• Combine: escolha materiais e cores que serão utilizados de acordo com seu estilo pessoal e da sua casa. Não adianta seguir tendências que não combinam com você.
• 2 em 1: é possível sim fazer um único projeto para o Natal e o Ano-Novo. Para isso, você deve fugir do verde e vermelho de Natal e recorrer aos tons de prata, dourado e, para os mais ousados, até mesmo o lilás.
• Não exagere: O importante é o seu estilo estar presente em cada elemento que compõe a decoração da sua casa. Desta forma, é possível unir assessórios natalinos com outros já presentes na decoração do dia-a-dia.
• Selecione as cores: verde, vermelho e branco: estas são as cores mais associadas à data, e são mais utilizadas em decorações que seguem a linha tradicional, aos modernos a dica é abusar no colorido, mas sem tirar a harmonia do ambiente.
• Inove: para quem busca ser diferente, a dica é sair dos padrões e customizar meias e guirlandas, utilizar materiais recicláveis, abusar nas cores, nas luzes coloridas, potes de vidro e peças diferentes das habituais de natal, como anjos em madeira.
• Árvore de Natal: escolher a árvore de Natal pode parecer difícil, mas nada pode ser comprado sem pensar. Este símbolo do Natal pode lhe acompanhar por muitos outros anos, então é legal escolher algo que seja adequado. Primeiramente defina se ela será natural ou artificial, depois escolha o local que será colocada e compre em um tamanho compatível com o espaço disponível no cômodo da sua casa.
• Tendências: as árvores coloridas e elementos retrôs estão em alta neste fim de ano. Outras tendências são os tons pasteis, azul marinho estilo navy, rendas, xadrez, patchwork e lãs.
• Porta de entrada: é super válido decorar a porta de entrada do apartamento ou casa. Um dos enfeites mais usados são as guirlandas, além de deixar o ambiente mais acolhedor representa a tradição do lar em comemorar o nascimento de Jesus.
• Economia: É possível montar uma decoração de natal sem comprometer o orçamento mensal da casa? Claro! Neste momento entra sua criatividade, é possível usar materiais recicláveis para criar pinheiros e guirlandas, cartões para decorar a árvore, inventar arranjos de mesas com materiais que você já possui e não usa. A grande dica é: criatividade em ação!
Fonte: Leila Peppe e Rejane Costa, arquitetura e design de interiores.

Sem curto-circuito ou incêndios 
– No ato da compra das iluminações de Natal, observe se o produto possui o selo de certificação do Inmetro impresso no cabeamento ou nas conexões dos enfeites. Se possível, testar o funcionamento dos produtos na própria loja com o vendedor.
– Fios desencapados nunca devem ser instalados, eles podem provocar curto-circuito e incêndio
– Evite mais de uma ligação em uma única tomada porque o acúmulo de instalações gera aquecimento do condutor. O resultado pode ser também um curto-circuito e incêndio
– Nunca deixe enfeites de algodão, plástico ou papel próximos às lâmpadas, eles podem aquecer e provocar incêndio
– Para prevenir acidentes pessoais e elétricos, evite colocar longas extensões de fios em locais onde as pessoas circulam
– Manter as luzes desligadas ao sair de casa ou na hora de dormir, não somente para evitar incêndios, mas também para não desperdiçar energia
– Caso utilize enfeites de Natal guardados por muito tempo, inspecione antes de utilizá-los
– Dê preferência aos produtos com tomadas que possuem o terceiro condutor central, que é o condutor de terra e previne choques elétricos e danos às instalações em casos de intempéries (chuvas, raios).
Fonte: Cristiano Mollica, engenheiro da Instrutherm.