Traficante recruta mulher para guardar drogas em casa

drogas 575 porções de droga foram apreendidas. (Foto; Divulgação)

Os policiais militares da Força Tática prenderam uma mulher que teria sido aliciada pelo crime organizado para guardar entorpecentes. Na casa dela, que fica na Vila Sônia, os policiais localizaram na sexta-feira (26), 575 porções de crack, maconha e cocaína. A acusada não informou quem é o responsável pelas drogas. A mulher foi conduzida ao plantão policial e autuada em flagrante sob acusação de tráfico de drogas.

De acordo com a PM, por volta das 20h, os policiais estiveram no apartamento da suspeita para averiguar denúncia anônima que informava que uma mulher estaria guardando drogas para suposto traficante, com envolvimento com a facção criminoso PCC (Primeiro Comando da Capital).

Ao ser abordada, ela negou seu envolvimento com o tráfico e não autorizou a vistoria no seu imóvel. Em seguida, a mulher foi até seu quarto para buscar seu documento, mas um policial flagrou-a colocado um embrulho no sutiã. Na residência encontraram um embrulho com 156 pedras de crack. No quarto ao lado, sob a cama numa mochila estavam 10 kits de cocaína totalizando 346 pinos, 73 papelotes e uma porção ainda não fracionada, ambos também de cocaína; três tijolos de maconha e mais três pedaços menores além de materiais para embalagem, papel alumínio e balança. Ela confessou que receberia para guardar a droga.

TRÁFICO — Mais suspeito de envolvimento com o tráfico foi preso pela Polícia Militar, no bairro São Dimas, em São Pedro, na sexta-feira (26). Um suspeito foi abordado em um local, conhecido pela PM como ponto de venda de drogas. Assim que percebeu a aproximação dos policiais, ele correu para o interior da casa, mas foi abordado. No interior da casa do rapaz, os policiais apreenderam 64 pedras de crack, 27 trouxinhas de maconha, além de R$ 1.623,80.

(Cristiani Azanha)