Trump ameaça congelar acordo com Seul por vantagem em diálogo com norte-coreanos

O presidente dos EUA, Donald Trump, ameaçou congelar o acordo comercial que terminou de renegociar esta semana com a Coreia do Sul, numa tentativa de garantir uma posição de vantagem em possíveis discussões futuras com a Coreia do Norte.

Trump, que falou ontem durante visita a Richfield (Ohio), destacou a recém finalizada revisão do acordo de livre comércio de Washington com Seul, mas alertou: “Eu posso ter de suspendê-lo até que um acerto seja fechado com a Coreia do Norte.”

O comentário veio horas depois de as Coreias anunciarem que seus líderes, o sul-coreano Moon Jae-in e o norte-coreano Kim Jong-un, irão se reunir no dia 27 de abril. Em maio, espera-se que Trump tenha uma reunião de cúpula com Kim Jong-un.

Trump ressaltou que a retórica com a Coreia do Norte “se acalmou”, mas acrescentou que poderá deixar em suspenso o primeiro acordo comercial concluído por seu governo “porque trata-se de uma carta muito forte e eu quero me certificar que todos sejam tratados de forma justa.”

Trump não explicou que tipo de vantagem obteria com o congelamento do acordo com Seul. Já a embaixada sul-coreana em Washington se recusou a fazer comentários.

A expectativa de Trump é chegar a um acordo com Kim para a interrupção do programa nuclear da Coreia do Norte. Fonte: Associated Press.