Unimed Piracicaba renova patrocínio do com o XV

Diretoria do XV e da Unimed reafirmaram parceria

O XV de Piracicaba e a Unimed renovaram ontem a parceria entre as entidades por mais um ano. Estiveram presentes na assinatura do novo contrato Carlos Joussef, presidente da cooperativa e Arnaldo Bortoletto, presidente do Nhô Quim, além de Edson Angeli, diretor do departamento médico do Alvinegro.

“Uma satisfação muito grande como piracicabano e também como presidente do XV ter uma empresa da cidade tão importante quanto a Unimed. Estamos vivenciando detalhes sobre a influência
da parte médica dos jogadores. Desde a contratação, para termos conhecimentos de suas referências, durante os jogos, e sem falar da exigência da FPF para termos médico, ambulância, médico do XV e também nos jogos da base, com dois médicos e mais ambulância. O custo é muito alto, então temos como mensurar o valor deste contrato”, disse Bortoletto.

“Mais uma vez temos o prazer de renovar a parceria com o XV. Nós incrementamos a parceria desde que assumimos em 2012 e, nos últimos sete anos, temos mantendo esse vínculo. A agregação médica é essencial para os adultos. Nós continuamos prestando nossa assistência com os colaboradores e para a base também. O XV é clube formador e os garotos são importantes para a
renda. O clube precisa investir e a Unimed gosta desta parte de ajudar na formação dos garotos. Entramos para justamente ajudar nesta parte. O XV é um símbolo da cidade e enquanto estivermos na gestão da Unimed não abondaremos o clube e caminharemos até o fim”, comentou Joussef, destacando o trabalho em todas as categorias.

“Temos que manter essa união e essa parceria que é importante tanto para a Piracicaba quanto para o XV. O probleminha mais trabalhoso é o da base, já que a FPF exige dois médicos e ambulância. O XV  assumirá o médico da UTI e o médico do banco, então está alinhado. São jogos quinzenais e três partidas por vez e é difícil conseguir cada um dos profissionais para ficarem no campo e na ambulância durante três jogos em um sábado. Mas está tudo bem alinhado e tudo bem resolvido”, comentou o médico Eson Angeli sobre a situação vivida nos jogos de base.

Da Redação