USP-Filarmônica fará concerto em comemoração aos 118 anos da Esalq

Banco com Luiz de Queiroz está ao lado do Edifício Central (Foto: Gerhard Waller)

A USP-Filarmônica realiza concerto gratuito hoje, às 21h, no Salão Nobre da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (Esalq/USP), no edifício central do campus. A apresentação da orquestra de alunos bolsistas da USP é dedicada às celebrações dos 118 anos da Esalq que vêm sendo comemoradas desde a última segunda-feira (3).

O concerto terá regência do maestro Rubens Russomanno Ricciardi com a participação dos solistas Claudio Rogério Giovanini Micheletti (violino, spalla da OSUSP e da OER), Gustavo Silveira Costa (viola caipira, professor da FFCLRP-USP), André Luis Giovanini Micheletti (violoncelo, professor da FFCLRP-USP), Giovana Ceranto (cravo, aluna de graduação da FFCLRP-USP e bolsista da USP-Filarmônica) e Marly Montoni (soprano, professora convidada).

No repertório, estão obras consagradas como a íntegra das Quatro Estações e Concerto para viola barroca e orquestra em Ré maior, ambas de Antonio Vivaldi (Veneza, 1678 – Viena, 1741), e as peças brasileiras A moreninha, de Anônimo brasileiro, com harmonização e orquestração de Rubens Russomanno Ricciardi (Ribeirão Preto, *1964) e Agora que sinto amor, com poema de Fernando Pessoa, de autoria do próprio maestro.

A entrada no concerto é gratuita, sem impressão de ingressos. O Salão Nobre fica no edifício central do campus da Esalq/USP, na Av. Pádua Dias, 11, Agronomia, em Piracicaba.

O concerto da USP-Filarmônica é uma realização do Departamento de Música da FFCLRP-USP, em parceria com a Esalq.

ANIVERSÁRIO

Com homenagens e reflexões sobre seu idealizador, a Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP) completou 118 anos no último dia 3 de junho.

Em cerimônia realizada no Salão Nobre, autoridades políticas e acadêmicas, professores, servidores técnicos, estudantes e representantes do setor público e privado celebraram o legado de Luiz de Queiroz e a trajetória da Esalq, marcada pela tradição e pelo pioneirismo.

O presidente da Câmara de Vereadores, Gilmar Rotta, lembrou de Luiz de Queiroz e da relevância da instituição para Piracicaba. “Luiz de Queiroz foi um visionário, certamente um dos maiores benfeitores dessa cidade. E sua obra, a Esalq, oferece pesquisa que propicia aumento de produtividade agrícola e maior qualidade nos produtos que chegam à população. A Esalq multiplica seu conhecimento e leva o nome de Piracicaba além de suas fronteiras”.

O presidente da Apta (Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios), Silvio Tavares, lembrou que a Esalq tem portas abertas na instância de governo. “Defendemos as cores da Esalq e reforçamos que a Secretaria Estadual de Agricultura está de portas abertas para novas parcerias. A importância da Esalq é global e, em tempos difíceis como os de hoje, as parcerias e o bom planejamento permitirão darmos sequência ao legado de Luiz de Queiroz”.

O vice-reitor da USP, Antonio Carlos Hernandes, lembrou da importância da universidade pública e destacou o Programa USP Municípios, que propõe relacionamento mais próximos com as cidades nas quais a USP está sediada.

Da Redação