Vacinação contra raiva começa amanhã na zona urbana

vacina Proprietários de animais devem levar seus bichinhos para se vacinar.( Foto: Amanda Vieira / JP)

Começa neste sábado (15) e segue até 10 de novembro a Campanha de Vacinação Antirrábica para cães e gatos na zona urbana. Serão nove sábados de imunização, com 162 postos distribuídos pela cidade, 10 a mais em relação ao ano passado. Para esta primeira data de imunização, a Prefeitura terá 16 postos para dar início ao cumprimento da meta de vacinar 29 mil animais. Neste período, serão nove equipes compostas por vacinadores capacitados. Todo material utilizado é descartável e as vacinas são individuais e gratuitas.

De acordo com o CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), os cães devem ser conduzidos aos postos por adultos e presos com guias adequadas. Para os animais mais agressivos, é obrigatório o uso da focinheira. Os gatos devem ser levados em caixas de transporte ou em sacos, iguais aos usados para embalar cebolas. “São procedimentos básicos para evitar possíveis fugas e acidentes”, declarou Paulo Lara, veterinário do departamento e coordenador da campanha ao lembrar que na zona rural, a vacinação imunizou 10.071 animais sendo 8.556 cães e 1.515 gatos.

Podem ser vacinados todos os cães e gatos a partir dos três meses de idade. Animais doentes, em tratamento ou debilitados deverão aguardar a recuperação e a alta do seu médico veterinário. As gestantes e com crias devem esperar o desmame dos filhotes para receberem a vacina. Nesses casos, podem ser encaminhadas posteriormente ao CCZ de segunda a sábado, das 8h as 16 horas , que funciona como ponto fixo de vacinação durante o ano todo. “A vacinação é muito importante para prevenir a raiva, uma doença que mata e é transmitida a todos os mamíferos, principalmente morcegos, animais que contribuem para circulação e manutenção do vírus na zona urbana da cidade”.

A orientação da Secretaria de Saúde é que a população se sensibilize sobre a importância desta campanha. “O desempenho da campanha requer o envolvimento das famílias. A possibilidade de contaminação dos animais domésticos a partir dos morcegos é um risco real e a doença pode, em cadeia, ser transmitida aos seus donos, o que torna o cenário muito mais grave à saúde pública”, explicou Pedro Mello, secretário da pasta.

POSTOS – Os pontos de vacinação para este sábado (15), são os seguintes: das 8h às 17h, Estação Cultural (Paulista), Praça Tuiuti (Jaraguá), Centros Comunitários (Jd. Esplanada e Jd. São Paulo) e Área de Lazer (Vila Cristina); das 8h às 11h, na Escola Dr. “João Conceição” (Paulista); das 8h às 10h15, no cruzamento das ruas Dom Manoel e João Wesley (Jd. Monte Branco); das 8h às 12h, no Centro Comunitário (Jaraguá) e Praça da Paz (Paulicéia); das 10h30 às 12h, no cruzamento das ruas Pedro Grossi e Elpidio José Tavares da Silva (Nova Paulista); das 11h30 às 14h30, no Lava Rápido (bairro Castelinho); das 13h às 17h, nos fundos da Metalúrgica Bom Jesus e Quadra Poliesportiva (Paulicéia), das 13h às 14h45, na Igreja Católica (Jd. Gloria); e das 15h às 17h, na Área de Lazer (Jd. Borghesi) e Colégio Atlântico (Terras de Piracicaba).

(Felipe Poleti)