Vanderlei puxa fila em recorde individual

santos Vanderlei bateu mais um recorde histórico defendendo o Peixe. (Fotos: Ivan Storti/Santos)

O empate por 0x0 com o São Paulo no último domingo (16) rendeu ao Santos mais do que um ponto na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. Ao terminar o clássico sem sofrer gols, o Peixe bateu mais um recorde e alcançou a marca de oito partidas seguidas sem levar um tento sequer.

A maior sequência santista sem sofrer gols foi comandada pelos goleiros Barbosinha e Manga, no ano de 1955, quando mantiveram o gol santista sem ser vazado por sete jogos. Agora, 63 anos depois, o sistema defensivo do Peixe foi impecável nas partidas contra Sport, Independiente, Bahia, Independiente, Vasco, Grêmio, Paraná e São Paulo.

“Sabemos que poucos têm essa oportunidade, como é difícil ficar oito jogos sem tomar gol. Mas isso não é somente mérito meu, mas de toda a equipe. Desde lá da frente, o time todo tem se doado para não tomar gols e isso tem dado tranquilidade para a equipe”, disse o goleiro Vanderlei, que soma 842 minutos sem ser vazado.

Barbosinha e Manga dividiram a sequência de jogos em 1955 e somaram juntos sete partidas sem sofrer gols. O ídolo Fábio Costa, que permaneceu seis jogos invicto em 2006, era detentor do recorde individual com 691 minutos.

Vanderlei é o único atleta que atuou todos os minutos do novo recorde. Seguido por Gustavo Henrique, que também jogou oito vezes mas foi substituído no segundo tempo do jogo contra o Bahia, e por Diego Pituca, que também foi acionado do banco contra o Sport.

“Temos uma boa qualidade defensiva. Sabemos que temos grandes jogadores ali atrás. Independentemente de quem jogue ali atrás, nosso time está bem servido. Poucos times no Brasil têm essa oportunidade, muitas equipes estão buscando zagueiros para a posição e nós temos grandes jogadores. Quando um sai, quem entra também dá conta do recado. Fica até difícil para o treinador escalar. Isso é bom para ele. Sempre terá ótimos jogadores para escalar o time”, completou Vanderlei.

(Santos)