Varejão da Paulista é reinaugurado hoje, às 15h

toneladas Estimativa é de comercializar 15 toneladas de alimentos por semana. ( Foto: Amanda Vieira/)

Embora estivesse funcionando normalmente, após reformulações, o Varejão Municipal Paulista será reinaugurado, hoje (28). Entre as reformulações estão a alteração da disposição das bancas, ampliação do número de permissionários e mudança da praça de alimentação para o mesmo local onde ocorre aos sábados, uma vez que o espaço é mais arejado e os consumidores poderão ficar mais a vontade para se alimentar. Com as reformulações, o varejão aumentou de 34 para 38 o número de permissionários e a estimativa de vendas, para as quartas-feiras, passa a ser de 15 toneladas por semana.Antes das reformulações, as vendas atingiam de 10 a 13 toneladas por semana.

“O espaço conta com amplo estacionamento, instalações diferenciadas e uma equipe de permissionários que inclui produtores rurais do município, entre eles produtores orgânicos, comerciantes diversos autorizados pela Sema (Secretaria Municipal de Abastecimento), disponibilizando à população melhor opção de compra”, destaca Waldemar Gimenez, secretário da Sema.

Todas as quartas-feiras, das 15 às 19h30, permissionários do Varejão Paulista disponibilizam frutas, legumes, verduras, com preços tabelados pela Sema (Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento). Para o permissionário Márcio Ricardo Vitti, que tem banca de legumes e verduras, as reformulações devem atrair mais consumidores, gerando crescimento nas vendas. “Com mais bancas, aumentam as opções de compras para os consumidores e para nós, aumentam as possibilidades de vendas. Nosso atrativo é que os nossos produtos são mais frescos, com reposição diária, o que proporciona melhor qualidade e maior durabilidade”, explica Vitti.

Desde 2014, Lelio Eduardo Esteves trabalha com frutas no varejão e hoje, vai inaugurar sua própria banca. Para Esteves, a localização do Varejão Municipal Paulista é um atrativo a mais, considerando que a instalação fica na avenida Dr. Paulo de Moraes, via de bastante movimento e que atrai os olhares dos consumidores. “É um ótimo ponto e a praça de alimentação também atrai consumidores. A reinauguração deve ocasionar algumas ofertas de produtos”, adianta.

VAREJÕES — Os Varejões Municipais de Piracicaba foram criados em agosto de 1982 com o intuito de colocar o pequeno produtor rural em contato direto com o consumidor final. Atualmente existem 138 permissionários, dentre os quais 45% são pequenos produtores, que comercializam toda sua produção dentro dos equipamentos públicos de comercialização.

(Eliana Teixeira)