Varejões comercializam 53 toneladas em produtos

As vendas nos varejões municipais ao longo da Semana Santa resultaram na comercialização de 46,1 toneladas de hortifrutigranjeiros e 7,5 toneladas de pescados, um total de 53,5 toneladas de produtos. O resultado, segundo o Departamento de Abastecimento da Sema (Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento), superou as expectativas, principalmente pela realização do tradicional Varejão Especial de Pescados, no Centro.
 
De acordo com Nilton Barbosa, diretor da Sema, todos os 157 permissionários registrados pela pasta participaram do varejão especial no Centro com a oferta de produtos com preços até 30% mais baratos que na iniciativa privada. No varejão de pescados, a venda das 7,5 toneladas de peixes foi 10,75% superior a de 2017, quando foram vendidos 6,7 toneladas. “Foram 35 espécies de peixes de água doce e salgada e vários tipos conservação, fresco, congelado e conserva em salga. Nos quatro dias de especial de pescados no Varejão Central foram comercializados 46.194 quilos de produtos hortifrutigranjeiros, produtos da praça da alimentação, demais produtos agregados ao varejão central e mais 6.785 quilos de pescados. A somatória da venda nos demais varejões municipais nos quatro dias da Semana Santa totalizou 715 quilos de pescados”, enfatizou.
 
A venda de hortifrutis também foi consideravelmente grande. “Na sexta (30) e sábado (31) comercializamos mais de 42 mil quilos de produtos como hortaliças, legumes, tubérculos, frutas e entre os mais vendidos foram alface, rúcula, couve, pimentão, tomate, batata, cenoura, abacaxi, laranja, limão e melancia. Os destaques em vendas fora do varejão central ficou para os espaços da Vila Sônia, Mário Dedini e Jardim Alvorada”, concluiu.