Vendas no supermercados aumentarão 4% na Páscoa

A Apas (Associação Paulista de Supermercados) projeta aumento de 4% nas vendas gerais nos supermercados na época de Páscoa, em relação ao mesmo período do ano passado Segundo a entidade, esta expectativa está baseada na retomada do crescimento da economia, levando a mais confiança com a perspectiva futura. Assim, os consumidores devem voltar a procurar produtos tradicionais de Páscoa.
 
Em Piracicaba, a expectativa também é de crescimento na venda dos ovos de chocolate, de acordo com o gerente de supermercado Marco Aurélio Gonzaga Anselmo. “Aqui em nossa rede esperamos uma melhora nas vendas entre 4% e 5 %. Para isso, as estratégias de vendas mudaram e as indústrias de chocolate estão apostando em ovos de páscoa menores e com surpresas para atender o mercado infanto juvenil. Em média, cerca de 90% das vendas serão voltadas a este público”, afirmou Anselmo.
 
Os ovos de chocolate deverão ter aumento nos preços em torno de 3% em relação a 2017.Os chocolates estarão com preços mais estáveis. A expectativa é de crescimento de 3% com relação ao ano passado. “Os motivos desta menor expectativa de preços estão no dólar estável, os contratos e salários indexados pela inflação oficial (IPCA) com a base menor do ano, e dos preços de matérias-primas ainda sendo influenciados pela supersafra de 2017”, explicou o economista da Apas, Thiago Berka.
 
 
VENDAS – De acordo com Anselmo, as indústrias começaram entregar os ovos de páscoa há duas semanas e a procura já se mostra animadora. “Mantivemos a mesma área de exposição do ano passado, no corredor central da nossa loja. A venda mais forte dos ovos deve acontecer nos dias que antecedem a páscoa, naquelas compras de última hora. Apesar disso, em comparação com outros anos, 90% das vendas se concentrarão nos ovos menores”, disse o gerente. 
 
 
 
OUTROS PRODUTOS –  A Apas estima crescimento de vendas entre 2% e 4% nos pescados. A estimativa é de crescimento de 6% a 8% nas vendas dos ovos de galinha, no mesmo período.