Venezuela nega êxodo e diz que há um plano para desestabilizar o país

Venezuela nega êxodo e diz que há um plano para desestabilizar o país
Fonte: Agência Brasil

O governo da Venezuela informou hoje (31) ao Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) que há um “plano internacional” cujo objetivo é promover informações inverídicas sobre o exôdo de venezuelanos para desestabilizar o país. De acordo com a vice-presidente Delcy Rodríguez, a intenção é promover a “intervenção militar”.

Delcy Rodríguez convocou uma entrevista coletiva de imprensa para informar que houve uma reunião com os representantes do Acnur para mostrar os “números da realidade contrastante” com o divulgado internacionalmente.

Porém, os governos vizinhos à Venezuela rebatem os dados. Brasil, Colômbia, Equador, Peru e Bolívia informam que a chegada de imigrantes venezuelanos é diária. No território brasileiro, o cálculo é que de 600 a 800 venezuelanos cheguem diariamente ao país.

No entanto, a vice-presidente afirmou que apenas 5% dos venezuelanos que deixam o país pensam em fixar residência em nações vizinhas.

Delcy Rodríguez ressaltou que há um “fenômeno migratorio que é mundial” semelhante ao que ocorre com os migrantes internos dos países.

*Com informações da Prensa Latina, agência pública de notícias de Cuba.

Venezuela nega êxodo e diz que há um plano para desestabilizar o país