Vereador aciona MP para melhoria em praça da Vila Rezende

O vereador Laércio Trevisan Jr. (PR) entrou ontem com um pedido de abertura de inquérito civil no MP (Ministério Público) para que o órgão investigue o ‘abandono‘ da praça Imaculada Conceição, na Vila Rezende, em Piracicaba. O parlamentar aponta falta de limpeza, manutenção e segurança como os principais problemas. No mês passado, uma matéria do JP mostrou a insatisfação de moradores e comerciantes com a situação da praça. A prefeitura garante que vai iniciar a revitalização do local, mas não deu prazos.
 
No documento de cinco páginas, Trevisan solicita que o MP apure o “abandono da praça Imaculada Conceição, no sentido de cobrar as devidas providências da prefeitura, através do prefeito Barjas Negri (PSDB) e do secretário municipal de Defesa do Meio Ambiente, José Otávio Machado Menten”. 
 
Entre os principais problemas citados por Trevisan estão falta de limpeza, manutenção e segurança. Ele sugere também algumas intervenções, como ‘a demolição dos sanitários, a colocação de grades no entorno do coreto e o desmonte do quiosque da terceira idade para instalar no lugar uma academia ao ar livre. 
 
Um dos pontos considerados mais críticos são os sanitários. “Estão em condições precárias, com infiltrações, rachaduras nas paredes e nos pisos, mictórios e bacias sanitárias danificados, tubulações de esgoto entupidas, pichações e sujeira, demonstrando um aspecto de total abandono”, afirmou Trevisan no documento.
 
Em fevereiro deste ano, o JP foi até a praça ouvir os moradores, que apontaram uma série de problemas, sendo que as condições dos sanitários foram as principais. Já o piso irregular, com formação de buracos, bancos quebrados e iluminação deficitária incomodam os vendedores ambulantes e os comerciantes. Além disso, o local também é habitado por pessoas em situação de rua, que ocuparam o coreto e um quiosque desativado. 
 
A assessoria de imprensa do MP confirmou que o pedido foi protocolado ontem e que agora seguirá para análise do promotor. O profissional definirá se será necessário solicitar informações prévias para a prefeitura ou se optará pela instauração do inquérito civil. Uma definição deve sair até o fim de semana, segundo a assessoria do órgão. 
 
A Prefeitura de Piracicaba afirmou, via assessoria de imprensa, que vai construi passeios e colocar gramado onde hoje estão os sanitários. “O piso será reparado, assim como a iluminação. O coreto e o quiosque receberão grades, além de limpeza e pintura. Ainda não há previsão para o início da demolição”, afirmou o Executivo, que ressaltou ainda o patrulhamento preventivo realizado pela Guarda Civil no local.