Vereadora quer integrar câmera inteligente a sítios

agricultura Reunião da Coronel Adriana realizada na Secretaria de Estado da Agricultura. ( Foto: Divulgação)

A vereadora Adriana Cristina Sgrigneiro Nunes, a Coronel Adriana (PPS), pretende propor a integração das câmeras inteligentes que fazem parte do Sistema Detecta para a Zona Rural. O objetivo é de conseguir uma linha de crédito para que pequenos produtores consigam adquirir o equipamento, que poderá ser compartilhado entre as forças de segurança, como polícias Civil, Militar, além das 118 câmeras em funcionamento na Cemel (Central de Monitoramento) e administrada pela Guarda Civil.

A parlamentar explicou que o Sistema Detecta, do Governo do Estado, permite que câmeras de particulares possam ser incorporadas ao banco de dados. “Basta que o civil (particular) tenha um equipamento compatível. Algumas cidades, como São Paulo, já adotam esse tipo de sistema por meio de associações. Essa iniciativa pode coibir furtos que são uma das grandes preocupações da Zona Rural.”

Recentemente, a parlamentar se reuniu com o Secretário de Estado da Agricultura e Abastecimento de São Paulo, Francisco Sergio Ferreira Jardim, coordenador da Defesa Agropecuária, Fernando Bucalla para propor a integração da Zona Rural ao sistema Detecta. O encontro teve a participação do adjunto da Defesa Agropecuária, Mário Tomazella, e ocorreu na Esalq (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz).

“Recebemos a informação de que o governador Márcio França (PSB) deve baixar um decreto sobre o Detecta como “Campo Cidadão” para facilitar a integração com o produtor rural”, completou.
O presidente do Conseg (Conselho Comunitário de Segurança) Márcio José Pereira aprovou a iniciativa, pois considera que será um passo importante para conseguir mais segurança para a área rural de Piracicaba que é muito extensa. “Um dos problemas sérios que enfrentamos são os furtos de gado. Anteontem, 18 cabeças foram furtadas na região do Limoeiro. Sabemos que tanto a Guarda Civil como a Polícia Militar realizam patrulhamento, mas a área é muito grande”, comentou Pereira.

DETECTA — O sistema interliga as câmeras da Cemel com os radares por meio da tecnologia de OCR (Reconhecimento Ótico de Caracteres), para reconhecimento de placas dos veículos integrados ao Detecta e permite a emissão de alertas de situações de crimes e integra bancos de dados policiais e de outros órgãos.

(Cristiani Azanha)