Vidros: cores e transparência

Objetos decorativos em vidro saem do clássico para ganhar novas cores, modelos e texturas. Diversificação de formatos tornam a decoração mais interessante (foto: Divulgação)

A história da invenção do vidro é incerta, mas remete há cerca de 4.500 anos, datados em arqueológicos descobertos no Egito. Os egípcios esculpiam blocos de vidro maciço e foi apenas após do ano 2.000 a.C. que a massa de vidro passou a ser aquecida por esse povo para a fabricação de vasilhas. A mistura era despejada em moldes de barro e resfriada.

O vidro só passou a estar nas janelas 1.500 anos depois, quando a massa era espalhada em uma mesa com bordas altas e alisada com a utilização de rolos. Os babilônios também foram importantes no desenvolvimento do vidro, já que foram eles que descobriram a sua maleabilidade. Com essa percepção, eles usavam um cano para assoprar a massa de vidro que, inflada, era moldada para criar diferentes objetos utilitários e decorativos.

 

Hoje, o vidro faz parte da vida comum da sociedade contemporânea. Ele está em tudo: copos, embalagens, nos carros, nas telas dos eletrônicos e, claro, na decoração.

Uma das tendências decorativas para as próximas estações é utilização de cores vibrantes nos ambientes. Essa tendência pode ser levada também para os vidros, que compõem a decoração sem pesar ou tirar a atenção para os móveis que protagonizam os espaços.

De acordo com Valéria Redivo Jordão, empresária e especialista em decoração, além da leveza e fluidez, os vidros também podem adicionar cor e personalidade à decoração. “Como recebemos cada vez mais informações de todos os lados, um pouco de transparência sempre faz bem. O vidro é simples, com poucos elementos já criam um cenário marcante, realçando a composição de modo clean e minimalista”, afirma.

Vidros trazem leveza e fluidez. (Divulgação)

A variação nos objetos decorativos de vidro, além das cores, pode estar também nos diferentes formatos, que os tornam mais interessantes. “O charme está também em inovar seu uso a partir de cores, formatos e padrões. A tendência se encaixa em qualquer estilo, então você precisa encontrar as peças que levam as sensações que você procura, além de trabalhar com os tons e com o dégradé para criar uma atmosfera única”, explica Valéria.

Uma das dicas da especialista é o uso dos muranos. Essas peças foram criadas na Itália durante o século 13, são até hoje soprados artesanalmente, portanto uma forma nunca é igual à outra. “Vasos, centros e até lustres nesse material conseguem tanta notoriedade que colecionadores rodam o mundo atrás de itens exclusivos e elaborados a partir dessa técnica”, relata.

Peças cromadas e em diferentes cores atualizam o ambiente. (foto: Divulgação)

Vidros cromados, com brilhos e diferentes texturas podem atualizar o que, antes, era clássico. “Existe um universo enorme de formas de inserir esses objetos na composição, sendo assim, é importante não ter medo de apostar em cores e desenhos diferentes para ser o destaque do seu ambiente”, destaca Valéria.

Inspire-se com o que há de melhor no mundo do design&decor. Acesse: www.jornaldepiracicaba.com.br/arraso/designdecor

 

 

Mariana Requena
[email protected]