Vietnã: da guerra para o paraíso

Conhecido pela guerra contra os EUA, o país asiático deixou os dias sangrentos para trás e possui diversas atrações e maravilhas únicas. (foto: Gregoy Rohan)

De local de guerra para um paraíso turístico. Assim pode ser chamada o Vietnã, país que passou por uma das guerras mais famosas e devastadoras diante dos Estados Unidos na época da Guerra Fria. As charmosas cidades, aliadas com história e diversão, além das belezas naturais, transformam o Vietnã em um destino único, que deixou para trás os dias difíceis para conseguir a tão esperada paz. E além do povo, quem ganha são os visitantes, com diversas opções turísticas.

Simplicidade e história na capital Hanói

HANÓI

Hanói, capital do país, fica localizado ao norte do território vietnamita, se tornando um local imperdível para o roteiro dos viajantes. É uma cidade quente, portanto a maioria dos brasileiros se sentirão “em casa”. Hanói conta parte da rica história vietnamita e, um desses locais, é o Mausoléu de Ho Chi Mihn, figura importante na independência do país e na guerra diante dos EUA. O local é inspirado no Mausoléu de Lênin, mas com a bela arquitetura do Vietnã. Para saber mais sobre quem foi Ho Chi Mihn, o museu que conta sua história fica bem ao lado. O budismo é a religião de 85% dos vietnamitas, e o belo templo One Pillar Pagoda fica bem lado. Sua construção é inspirada em uma flor de lótus, dando mais sensação de tranquilidade para os visitantes. Para aqueles que buscam tranquilidade, não podem deixar de visitar o Lago Hoan Kiem, um verdadeiro oásis no meio da agitação da capital.

HO CHI MIHN

Ele tem um mausoléu e um museu na capital, portanto não poderia deixar de ter uma cidade em seu nome. Ho Chi Mihn, também conhecida como Saigon, foi um importante local na Guerra do Vietnã. Localizado ao sul do país, possui túneis construídos pelos vietcongues como estratégia na guerra diante dos EUA e hoje está disponível para os visitantes, que tem uma verdadeira aula de história bem a sua frente. Para ter uma ampla visão da cidade, o recomendado é a torre Bitexco Financial, um arranha-céu que pode ser visto em diferentes partes da cidade. A rua Bùi Viện é uma área com diversificação de restaurantes, cafés e lojas, ondem podem ser vistos os mochileiros que buscam uma vida noturna mais agitada.

HA LONG BAY

Parada obrigatória para quem visita o Vietnã, Ha Long Bay possui uma das maravilhas naturais mais belas do mundo e que é protegida pela Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura). Localizada no nordeste vietnamita, possui cerca de três mil ilhas de calcário que emergem das águas silenciosas dessa baía, oferecendo um espetáculo de paisagem. Os turistas podem escolher quanto tempo querem aproveitar, sendo apenas uma volta de barco ou passar a noite nas ilhas do local, além de visitar cavernas, andar de caiaque e andar pelas grutas sem acompanhantes (tomando os devidos cuidados).

HOI AH

Conhecida como a cidade das lanternas, é a mais charmosa de toda o Vietnã, já que é colorida por desenhos que a deixa bem atraente.

A Cidade Antiga (Ancient Town) de Hai Oh possui um glamour que todos esperam quando viajam pelo continente asiático, como os chapéus de cone, bicicletas velhas e, claro, lanternas de papel. As casas amarelas, de arquitetura europeia, foram finalizadas em telhados chineses, decorados por dragões, além das espaçosas cafeterias, que ainda fazem questão de usar ventiladores em vez de ar-condicionado.

Não saia de férias antes de ver as dicas de viagens da Arraso. Acesse: www.jornaldepiracicaba.com.br/arraso/turismo

Mauro Adamoli
[email protected]