Volta às aulas: como montar uma lancheira saudável

lanche Nutricionista dá dicas de como preparar lanche para as crianças. (Freepik)

Com o retorno das atividades escolares, voltam às dúvidas na hora de montar o cardápio da criançada para os intervalos das aulas. O que colocar na lancheira? Crianças em idade escolar, muitas vezes, manifestam suas vontades alimentares e algumas torcem o nariz para frutas, verduras e legumes. A missão é fazer com que os pequenos troquem as guloseimas, como salgadinhos, bolachas, refrigerantes e balas, por alimentos mais saudáveis e nutritivos. Mas, de que forma é possível montar este cardápio? Quais alimentos não podem faltar na rotina alimentar das crianças? Como montar pratos coloridos e interessantes a fim de despertar o interesse dos pequenos que não gostam de legumes e verduras? Como preparar lanches para crianças diabéticas ou com alto nível de colesterol? Como montar um cardápio para a semana inteira, de forma saudável e sem restrições?

Cristiane Botelho, nutricionista da Clínica de Nutrição da Universidade Univeritas/UNG, explica como preparar uma lancheira saudável, mas sem perder o sabor. A dica principal é variar e usar a criatividade. Resumidamente, incluir um carboidrato (como pão, bolacha, bolo ou cereal), uma fruta e um lácteo. “Procure variar as opções ao longo da semana, isso incentiva a criança a comer com mais prazer”, afirmou. Outra orientação é convidar a criança para ajudar a montar a lancheira e pedir, por exemplo, para ela escolher qual fruta quer comer naquele dia ou qual sabor de suco deseja, dentro das opções disponíveis. “Desenvolver a autonomia dos pequenos nessa hora vai estimular o consumo do produto escolhido para levar para escola e vai contribuir para que eles se tornem adultos com hábitos alimentares mais conscientes”, comentou a profissional.

Alegando praticidade, diversas famílias, conforme Cristiane, optam por alimentos industrializados. Nesse caso, a recomendação é que se façam escolhas “mais inteligentes”, optando por alimentos nas versões assadas, integrais e com menos teor de sódio e açúcares. A água de coco deve ser pasteurizada. No caso dos sucos, a sugestão é optar pelo de uva integral (vendidos em garrafas de vidro no supermercado).

Lembrar sempre de mandar uma garrafa de água na mochila também é muito importante. Com pequenas trocas, é possível seguir uma alimentação equilibrada, que refletirá em mudanças para toda a vida e em um crescimento saudável.

Dicas de composição das lancheiras:

  • LANCHE 1: Cookies integrais + fruta + suco caseiro
  • LANCHE 2: 1 fatia de melão cortada em cubinhos + 2 fatias de pão integral + 1 fatia de queijo branco com tomate e orégano
  • LANCHE 3: 1 potinho de salada de frutas + 1 pedaço de bolo caseiro + 1 iogurte
  • LANCHE 4: 1 maçã + 2 fatias de pão integral com patê de ricota ou atum + 1 água de coco
  • LANCHE 5: 1 iogurte + 1 porção de cereal integral + 1 banana
  • LANCHE 6: 1 fatia de torta caseira de frango ou atum ou legumes + 1 porção de fruta + chá gelado

FIQUE ATENTO

Bebidas: No caso dos sucos de frutas prefira as que possuem menor velocidade de oxidação, como melancia, acerola, abacaxi, mamão, goiaba e maracujá. Com o tempo, os sucos naturais podem perder uma parte das vitaminas, mas ainda assim é mais saudável que as versões de caixinhas.

Iogurtes e lácteos: Para evitar que estrague o produto, ele deve ser mantido no freezer por algumas horas, até começar a congelar. Depois disso, retirar do freezer um pouco antes de a criança ir para a escola e colocar na lancheira. Dessa forma, até a hora do recreio, o produto estará descongelado e fresco para o consumo.

Patês: Para deixar a receita mais saudável, recomenda-se o uso de ricota, queijo tipo cottage ou cream-cheese como base. O alimento escolhido deve ser batido no liquidificador com cenoura, atum, salsa ou outro ingrediente de preferência da criança. Esse alimento pode ser guardado na geladeira, em um pote com tampa, e usado para rechear pães, que podem ser embrulhados com papel filme ou alumínio. A durabilidade média é, normalmente, de três ou quatro dias.

Petiscos: Mix de castanhas, cereais sem açúcar ou frutas desidratadas. É prático e nutritivo. Basta manter em potes ou saquinhos.

(Da Redação)