XV de Piracicaba estreia na Série A2 contra a “misteriosa” Portuguesa

Pugliese inicia sua segunda temporada no Nhô Quim (Foto: liber.photographie)

O XV de Piracicaba estreia no Campeonato Paulista Série A2 2020 contra a Portuguesa, nesta quarta-feira (22), às 20h30, no Estádio do Canindé, em São Paulo. Semifinalista nas duas últimas edições, o técnico Tarcísio Pugliese, que disputará sua terceira competição com o Nhô Quim, espera mais um grande campeonato, com o desfecho positivo desta vez. “Esperamos que seja o mesmo campeonato do ano passado, com exceção dos últimos cinco minutos, mas a expectativa é positiva”, disse.

Tarcísio acredita que o entrosamento do elenco quinzista poderá ser um diferencial no campeonato, já que a equipe tem diversos remanescentes do ano passado aliado com contratações pontuais. “A nossa expectativa é que o entrosamento do elenco faça uma diferença no campeonato, já que os atletas já se conhecem e estão acostumados com o esquema de jogo. Isso facilita bastante o processo. Por outro lado temos que atletas que chegaram em cima da hora, portanto isso gera uma necessidade do jogador precisa de um pouco mais de tempo para se adequar ao nosso estilo de jogo”, explicou o treinador.

Em relação a Portuguesa, Tarcísio tem poucas informações em razão do adversário fazer atividades fechadas e aparecer pouco na mídia. “A Portuguesa neste ano está difícil de conseguir informações, o Moacir (Junior, técnico da Lusa), fecha os treinos, fecha os jogos-treinos, não divulga quem jogou. Ele está cheio de segredos”, disse o treinador, ressaltando que o XV tem que deixar esses detalhes de lado e focar no próprio trabalho. “Temos que ir lá, fazer um bom jogo, conseguir um importante resultado, já que será um jogo muito complicado. O Moacir é experiente, montou um time forte e a divisão em si (Série A2) vem ficando mais competitiva e sabemos que será uma estreia complicada, porém estamos preparados para isso”, completou.

Sobre os titulares, Tarcísio treinou com Hiroshi no lugar de Fraga durante a semana e explicou a razão desta opção. “O Fraga é um jogador fantástico, tem um potencial de marcação muito grande, extremamente voluntarioso, um cara muito sério dentro de campo e gosto muito dele. No começo dos treinos conversei com ele e disse que a tendência era começar com o Hiroshi e o Bruno (Lima) para ter uma equipe mais ofensiva, já que ainda não sei o que eles irão produzir, mas sei do potencial dele (Fraga) e não tenho dúvidas que voltará a ser escalado como titular mais pra frente”, detalhou. Caso entre em campo, será o primeiro jogo oficial de Hiroshi com a camisa do XV e seu primeiro desde 26 de agosto de 2018 (514 dias), quando ainda jogava pelo Botafogo-PB.

Em 2019, XV e Portuguesa se enfrentaram no Barão da Serra Negra e o Nhô Quim venceu por 2 a 0, gols de Gilberto Alemão e Ítalo. A última partida entre eles no Canindé foi na Série A2 2018 e terminou empatada em 1 a 1, com Everton marcando o gol quinzista. A última vitória do Alvinegro sobre a Lusa em São Paulo foi no Paulistão de 1984, quando venceu por 1 a 0.

Mauro Adamoli