XV domina e goleia por 4 a 1 o Nacional no Barão

XV vence o Água Santa e está em segundo lugar no Grupo 6 (Foto: Claudinho Coradini/JP)

O XV de Piracicaba venceu o Nacional pelo placar de 4 a 1 na noite de ontem, no Estádio Barão da Serra Negra (aniversário de 54 anos do estádio), pela segunda fase da Copa Paulista 2019. Cássio Gabriel, Gilberto Alemão, Raphael Macena e Rafael Mineiro marcaram para o Nhô Quim, enquanto que Denner fez o tento do Nacional. O Nhô Quim assume a segunda posição do Grupo 6, com três pontos; atrás apenas do Mirassol (seis) e a frente de Água Santa e Nacional, com um ponto cada.

Precisando da vitória, o XV assustou pela primeira vez aos 43 segundos de jogo. Após boa jogada de Kadu Barone pela esquerda, o zagueiro do Nacional furou e sobrou para Jefferson Feijão, que bateu forte, porém a bola foi pra fora. Aos 8 minutos, após cruzamento de Luizinho na direita, Mateus Oliveira cabeceou no chão, o goleiro Felipe tocou na bola e ela explodiu no travessão, evitando o primeiro gol quinzista.

O Nhô Quim continuou em cima, e quase abriu o placar com Kadu Barone, que, aos 13 minutos, dominou a bola, cortou e bateu no ângulo, mas o goleiro Felipe fez uma grande defesa. Na sequência, após escanteio de Cássio Gabriel, Douglas Marques cabeceou firme e bola bateu novamente no travessão. A primeira grande chance do Nacional veio com Denner, aos 24 minutos, que bateu forte a cobrança de falta, mas Luiz Fernando espalmou, salvando o Nhô Quim.

Após pressionar o jogo inteiro, o XV abriu o placar aos 41 minutos. Após cruzamento certeiro de Jefferson Feijão, Cássio Gabriel cabeceou por baixo, no contrapé do goleiro Felipe, que ficou batido na jogada.

O Nhô Quim voltou com apetite no segundo tempo e Cássio Gabriel, logo aos 3 minutos, chutou de longe e o goleiro Felipe se esticou para defender. No escanteio cobrado por Peri, o zagueiro Denner tentou tirar, mas apena resvalou na bola, sobrou para Gilberto Alemão, que dominou de peito e bateu forte para ampliar o marcador para o Alvinegro.

Após o segundo gol, o XV diminuiu a intensidade, que só foi readquirida com as entradas dos atacantes Raphael Macena e Erick Salles. Aos 19 minutos, Mateus Oliveira recebeu pelo meio, conduziu a bola e bateu da entrada da chutou forte, mas o goleiro defendeu. Um minuto depois, Luizinho foi lançado pela direita e cruzou na medida para Macena, que cabeceou com tranquilidade, para vencer Felipe e marcar o terceiro gol do Nhô Quim no jogo.

O Nacional diminui o placar aos 29 minutos. Após cobrança de falta de Denner, a bola desviou na barreira do XV, mudou sua trajetória e foi no canto oposto do goleiro Luiz Fernando, que nada pode fazer. O XV voltou assustar o Nacional aos 37 minutos com Erick Salles, que recebeu cruzamento de Luizinho, dominou e bateu, mas a bola saiu. Dois minutos depois, o XV continuou atacando e fez o quarto gol com Rafael Mineiro. O volante recebeu a bola na meia-lua e bateu rasteiro para fechar o placar.

O XV volta a campo neste sábado (7), às 15h, diante do Água Santa, em Diadema.

Mauro Adamoli