XV é derrotado pela Portuguesa na estreia da Série A2 2020

Lusa volta a vencer o XV após 8 anos (Foto: Divulgação/Portuguesa)

O XV de Piracicaba foi derrotado pela Portuguesa por 2 a 0, na noite de quarta-feira (22), no Estádio do Canindé, em São Paulo. O confronto foi a estreia das equipes no Paulista Série A2 2020 e Lúcio Flávio foi nome do jogo, marcando os dois gols lusitanos e deixando a Lusa na vice-liderança, empatada com o Monte Azul. O Nhô Quim começa empatado com o Rio Claro no 14º lugar e volta a campo neste sábado (25), às 19h, diante do Osasco Audax, no Estádio Barão da Serra Negra.

O primeiro ataque do XV, aos sete minutos, terminou de forma polêmica. Após escanteio batido por Assis, Macena furou na hora do chute, porém a bola desviou na mão de Ranielle, que estava de braços abertos, mas o árbitro nada marcou. Dois minutos depois, Erik Gabriel, um dos estreantes, aproveitou erro da Portuguesa, dominou na entrada da área e bateu de chapa, porém a bola foi para fora.

A Lusa chegou com perigo aos 13 minutos após cobrança de falta na esquerda. Lúcio Flávio desviou de calcanhar e Ranielle chutou forte para o gol, porém Mota fez uma bela defesa com o rosto para evitar o primeiro gol da partida. O Nhô Quim voltou a assustar aos 20 minutos com Raphael Macena, que venceu os zagueiros, porém cabeceou fraco o cruzamento de Feijão e a bola saiu pela linha de fundo.

A Portuguesa abriu o placar aos 27 minutos. Roger Gaúcho fez a jogada pelo lado direito e cruzou na área do Alvinegro. Assis não conseguiu cortar, a bola sobrou para Lúcio Flávio, que deu um chapéu no estreante Diego Jussani e bateu para marcar um lindo gol no Canindé. A Lusa quase ampliou aos 42 minutos, com Lucio Flavio, que deixou o defensor do XV no chão e bateu para marcar o segundo, porém Macena salvou o XV.

No segundo tempo o XV acertou a trave aos 11 minutos. Após cobrança de falta de Filipe Cirne, Hiroshi cabeceou com perigo e por centímetros não empatou a partida para o Nhô Quim. Aos 20 minutos, o goleiro Mota apareceu novamente para fazer mais uma defesa. Dois minutos depois, a Lusa voltou ao ataque e teve três tentativas para marcar, porém Mota e Gilberto Alemão evitaram o tento lusitano.

A Lusa continuou pressionando o XV em busca do segundo gol, sendo que Adilson Bahia quase fez um gol olímpico aos 34 minutos, porém Jeferson Feijão, que estava na primeira trave, afastou o perigo. O Nhô Quim assustou aos 39 minutos com Gilberto Alemão, que subiu após cobrança de falta de Daniel Costa, porém não conseguiu acertar o gol.

Após dominar o segundo tempo, a Portuguesa fez o segundo gol aos 42 minutos. Jorge Eduardo cruzou na esquerda para Lucio Flavio, que cabeceou no contrapé de Mota para matar o jogo no Canindé.

Mauro Adamoli