XV joga bem, vence e está de volta ao G-4

Com um belo gol do meia Cassio Gabriel, no início do segundo tempo, o XV de Piracicaba venceu o Red Bull por 1×0, neste sábado (1º), fora de casa, em duelo válido pela oitava rodada da primeira fase da Copa Paulista. Com o triunfo, o Alvinegro assumiu provisoriamente a vice-liderança do Grupo 2, com nove pontos ganhos, retornando ao G-4. Na próxima quarta-feira (5), o time piracicabano volta a atuar no estádio Barão da Serra Negra e vai enfrentar o Noroeste, na primeira partida em casa sob o comando do técnico Cléber Gaúcho.

Em Campinas, o treinador apostou em Caio Souza para substituir o zagueiro João Victor, que cumpriu suspensão automática. A equipe titular foi a mesma que começou o duelo contra o Rio Claro, com o volante Gabriel Tonini improvisado no miolo de zaga, Fraga e Pereira na contenção, Cassio Gabriel responsável pela criação no meio-campo, e o ataque formado por Lucas Formiga e Romarinho. Na referência, Marcelo Fernandes ganhou mais uma oportunidade com Cléber Gaúcho.

A meia hora inicial de jogo foi truncada, com ligeira superioridade do Red Bull no que diz respeito à posse de bola. O Alvinegro, porém, foi quem chegou primeiro. Aos 9min, o lateral Samuel lançou Lucas Formiga em velocidade e o atacante cortou a marcação antes de finalizar. A bola passou próxima da trave esquerda do goleiro Julio Cesar. No minuto seguinte, o Toro Loko respondeu. Lucas Nathan bateu rasteiro para a área e a bola chegou em Everton, mas a conclusão foi bloqueada por Mario Sérgio.

Com dificuldades para criar, as duas equipes chegavam ao ataque na bola parada. Aos 27min, o meia Everton cobrou falta perigosa na área quinzista e a bola passou pelos atacantes e defensores sem desvio, saindo pela linha de fundo. Aos 31min, foi a vez do XV ameaçar: Romarinho bateu escanteio e Gabriel Tonini ganhou a disputa pelo alto, mas errou o alvo no cabeceio. Apesar do esforço de ambos os lados, o primeiro tempo terminou com o placar inalterado no estádio Moisés Lucarelli.

SEGUNDO TEMPO

Red Bull e XV voltaram para a etapa complementar sem mudanças. As duas primeiras chances foram do Nhô Quim, que retornou mais ligado dos vestiários: a primeira com o meia Cassio Gabriel, em cobrança de falta; a segunda com o atacante Romarinho, na entrada da área. As duas foram defendidas com segurança por Julio Cesar. Na terceira tentativa, o XV tirou o zero do marcador. Aos 10min, Cassio Gabriel recebeu de Lucas Formiga, costurou o lance e acertou o ângulo do goleiro adversário na finalização. A bola ainda tocou na trave antes de entrar: 1×0.

O gol acordou o Red Bull, que quase empatou aos 17min, mas o cabeceio de Ytalo parou na trave. Com a equipe de Campinas lançada ao ataque, os espaços para os contragolpes começaram a aparecer. Aos 21min, Samuel invadiu a área pela esquerda e chutou cruzado, exigindo boa defesa de Julio Cesar. Na sequência, Marcelo Fernandes serviu Romarinho, que optou pela jogada individual e soltou a bomba sobre a meta do Red Bull. Aos 27, mais uma ocasião desperdiçada: Lucas Formiga avançou pela direita e tinha Cassio Gabriel livre na esquerda, mas preferiu decidir sozinho e falhou na conclusão.

Na reta final do jogo, o Toro Loko aumentou a pressão. Aos 39min, Everton mandou um ‘canudo’ da entrada da área, mas Leonardo salvou o XV e garantiu os três pontos para a equipe de Piracicaba.