XV perde para o Rio Claro e termina a rodada no terceiro lugar

Kadu Barone começou como titular, porém não foi bem em Rio Claro (Foto: Divulgação) Kadu Barone começou como titular, porém não foi bem em Rio Claro (Foto: Divulgação)

O XV de Piracicaba perdeu para o Rio Claro pelo placar de 1 a 0 na noite de domingo (24), pela décima quarta e penúltima rodada da Série A2. Com o resultado, o Nhô Quim continua com 24 pontos e caiu para a terceira colocação, sendo ultrapassado pelo próprio Rio Claro, que chegou a 27 pontos. O Nhô Quim não tem mais chances de terminar a primeira fase como líder da tabela, porém, ainda pode roubar a vaga do Galo Azul na última rodada. O compromisso final da primeira fase do alvinegro será contra o Atibaia, no sábado (30), às 15h, no Estádio Barão da Serra Negra.

O primeiro tempo teve como destaque a forte marcação dos dois lados. Nos minutos iniciais, o Nhô Quim assustou com dois escanteios de Danilo Bueno, que passou perto de fazer um gol olímpico. As equipes se estudaram na primeira meia hora de jogo, deixando as emoções para os 15 minutos finais. A melhor chance do Rio Claro foi com Lucas Santos, que bateu de perto, exigindo defesa de Fábio, e com Nathan, que pegou o rebote, mas isolou. A melhor oportunidade do XV foi criada com Ronaldo, que pressionou a saída de jogo e roubou a bola, mas Kadu Barone isolou.

No segundo tempo, o Rio Claro voltou mais acordado e abriu o placar com cinco minutos. Franco fez bela jogada pela direita, deixando a bola para Toninho, que bateu forte, exigindo boa defesa do goleiro quinzista, que deu rebote. A bola desviou em Douglas Marques e sobrou para Lucas Santos, que tocou para o gol vazio. Após o gol, o XV se soltou mais, porém, as melhores chances vieram após os 20 minutos, quando Cassinho foi bloqueado e Ronaldo mandou para fora.

Aos 26 minutos veio o lance que deu nova cara à partida. Walfrido chutou de longe, o goleiro defendeu e deu rebote para Ronaldo, que dividiu com o arqueiro. Na sequência, o defensor Salustiano começou a discutir com o atacante quinzista, alegando que o mesmo dividiu na maldade com o goleiro. Houve confusão no campo e quatro jogadores (dois de cada time) receberam cartão amarelo e o atacante Lucas Santos, do Galo Azul, foi expulso.

Com um jogador a mais, o XV foi para cima, porém esbarrou na forte marcação do Rio Claro. A solução foi arriscar de longe, com Andrei, que quase surpreendeu o arqueiro adversário em bola que raspou o gol aos 40’. Nos acréscimos, a melhor oportunidade veio com Lucas Formiga, que cabeceou no chão, exigindo milagre do goleiro Vinicius Nigre. O Nhô Quim continuou rondando a área do Rio Claro, porém, além de não fazer o gol, perdeu Danilo Bueno, que foi expulso após discussão. No minuto final, Cassinho tentou mais uma vez e novamente foi parado pelo goleiro adversário. Na sequência do escanteio, o árbitro marcou falta de Gilberto Alemão, que reclamou e foi expulso, deixando o XV com nove em campo até o apito final.

Mauro Adamoli