XV vence o Juventus e joga por um empate para chegar à semifinal

XV vence o Juventus por 1 a 0 em um Barão com quase seis mil pessoas (Foto: Claudinho Coradini/JP) XV vence o Juventus por 1 a 0 em um Barão com quase seis mil pessoas (Foto: Claudinho Coradini/JP)

O XV de Piracicaba venceu o Juventus pelo placar de 1 a 0 na noite da última quinta-feira (4), no estádio Barão da Serra Negra, pelo jogo de ida das quartas-de-final da Série A2. O gol foi marcado pelo recém-contratado Raphael Macena, aos 19 minutos do primeiro tempo, e deixou o Nhô Quim a um empate de chegar a mais uma semifinal da A2. O jogo de volta será neste domingo (7), às 10h, no Estádio da Rua Javari, em São Paulo. O Moleque Travesso precisa vencer por dois ou mais gols de diferença para avançar. A vitória juventina por um gol levará a decisão para os pênaltis.

Mesmo na condição de visitante, foi o Juventus que chegou primeiro ao ataque, com menos de um minuto no relógio. O atacante Cesinha recebeu lançamento e bateu cruzado, passando à esquerda do gol de Luiz Fernando. Durante os primeiros 15 minutos, o XV tomou a iniciativa da partida, porém, esbarrou na forte marcação juventina, que ficava toda atrás. A primeira grande chance do Nhô Quim foi com Raphael Macena, que recebeu passe de Misael e bateu bonito, passando à direita do gol de Paulo Vitor.

Aos 19 minutos, o Nhô Quim conseguiu abrir o placar. Após tabela entre Jefferson Feijão e Misael no lado direito do campo, o lateral cruzou na cabeça de Macena, que cabeceou por baixo. A bola pingou no chão e entrou no alto do gol do arqueiro do Juventus, que nada pôde fazer no lance. Após o gol, o Juventus começou a se soltar mais, porém, aos 24 minutos, quase veio o segundo com Ronaldo, que após outra jogada na lateral de Feijão, contou com desvio da zaga para dar uma bicicleta, mas a bola foi para fora. O Moleque Travesso ainda arriscou alguns chutes nos 15 minutos finais, mas nada que trouxesse tanto trabalho para Luiz Fernando.

No segundo tempo, o Juventus voltou mais ligado e teve boa chance com Romarinho aos 3 minutos. Após dar uma caneta em Feijão, o atacante bateu cruzado, porém, sem direção ao gol quinzista. Aos 14 minutos, Thiago Potiguar bateu falta colocado, mas o goleiro do alvinegro voou para fazer uma bela defesa. Entre os 15 e 30 minutos, o jogo foi lá e cá, com as duas zagas se sobressaindo em relação aos ataques.

O XV voltou a assustar aos 27 minutos, com Bruninho, que em jogada na direita driblou o zagueiro Robson, porém, bateu para fora. Cinco minutos depois, o Juventus perdeu grande chance após cruzamento de Paulo, na qual Robson cabeceou, entretanto, pegou no zagueiro quinzista e foi para fora. Aos 37 minutos, após contra-ataque, Robertinho rolou no meio para Cássio Gabriel, que bateu de primeira e a bola explodiu no árbitro, que mal posicionado (estava na meia-lua) deu uma de zagueiro e evitou o segundo tento quinzista.

Durante os minutos finais, as equipes jogavam no erro do adversário para iniciar um contra-ataque, mas as zagas novamente se sobressaíram e o jogo terminou em 1 a 0 para o XV.

QUARTAS-DE-FINAL

Nos outros confrontos das quartas-de-final, o Rio Claro derrotou o Santo André por 1 a 0, em Santo André; o Água Santa goleou o Taubaté por 5 a 0, em Taubaté, e após o jogo do XV, a Inter de Limeira venceu a Portuguesa Santista por 2 a 0, em Limeira. Os jogos de volta serão neste sábado (6), com Água Santa x Taubaté (15h), em Diadema, e Rio Claro x Santo André (20h30), em Rio Claro. No domingo, além de XV e Juventus, Portuguesa Santista e Inter de Limeira se enfrentam às 19h, em Santos.

Mauro Adamoli