Zona Eleitoral faz auditoria nas urnas eletrônicas

Eleitores 1.200 urnas serão usadas nas eleições em Piracicaba. (Foto: Amanda Vieira /JP)

Faltando cinco dias para as eleições majoritárias, a 93ª Zona Eleitoral de Piracicaba realizou ontem a auditoria das urnas eletrônicas. A verificação foi feita em um dos 353 equipamentos a serem usados nas 300 seções da área de abrangência do cartório. e contou com a presença do juiz eleitoral José Fernando Seifarth de Freitas, o promotor eleitoral Roberto Pinto dos Santos, e representantes dos partidos políticos Solidariedade e PPS. O trabalho de auditoria foi feito pelo chefe de cartório José Antônio Capelli e contou com três ações: a codificação da urna, visualização dos candidatos e votação simulada.

O juiz eleitoral destacou a importância do trabalho pré eleições como forma de os partidos políticos verificarem se os candidatos da legenda estão na urna eletrônica. “É fundamental essa checagem nas urnas para que a sociedade veja como o sistema é seguro, tanto que após a votação simulada foi emitido a certidão de que eles estão zerados, sem votos”, explicou Seifarth, acrescentando que no dia das eleições seis juízes estarão à disposição no fórum para eventuais ocorrências. As mais comuns, segundo o magistrado, são problemas técnicos nos equipamentos. Já com relação à campanha, ele classificou como tranquila atribuindo ao fato de que por se tratar de uma eleição para presidente e outros cargos federais, as ocorrências de crimes eleitorais são encaminhadas para a Justiça Federal, mas destacou que os problemas mais comuns são rejeição de candidaturas e propaganda irregular. Quanto a segurança da votação na urna eletrônica ele foi categórico. “ Acredito na total segurança da urna eletrônica, já fiz várias palestras sobre o sistema que eu garanto ser muito bom”, afirmou.

NÚMEROS — O chefe do Cartório Eleitoral informou que as 1.200 urnas usadas nas eleições em Piracicaba estão armazenadas no depósito da 93ª desde o dia 24 de setembro. Na sexta-feira os equipamentos serão transportados para as 838 seções distribuídas nas três zoas eleitorais da cidade. O pleito de domingo vai contar com cerca de cinco mil profissionais entre mesários, apoio e servidores da Justiça Eleitoral. No total 97 escolas das redes estadual e municipal abrigarão as seções eleitorais que receberão os 288.947 eleitores piracicabanos.

No Estado de São Paulo, 3,7 mil candidatos vão concorrer aos cargos de presidente da República, governador ro Estado, senadores, deputados federais e deputados estaduais. Segundo Capelli, todas as escolas têm seção especial para os eleitores com deficiência física. Ele aconselha que as pessoas nessas condições procurem o Cartório Eleitoral para que solicitem a transferência para a seção especial.

(Beto Silva)