Carceragem fica anexa ao 1º DP. (Arquivo/JP)

Os presos custodiados provisoriamente na carceragem anexa ao 1º Distrito Policial, no Centro de Piracicaba iniciaram um motim, na noite desta terça-feira (28). Pelo menos 20 policiais civis estiveram no local para controlar o tumulto. Segundo o boletim de ocorrência, um dos presos tentou tirar a arma de um policial, mas não conseguiu. O caso foi registrado como motim de presos, cujos envolvidos serão apurados durante a investigação. De acordo com a polícia, os presos se rebelaram, porque teriam planejado uma suposta fuga, mas foi frustrada pelos policiais.

De acordo com a Polícia Civil, por volta das 23h de terça, um carcereiro plantonista estava na carceragem, quando ouviu um dos detidos dizer que já tinha arrombado uma das portas e aguardava o carcereiro para rendê-lo e assim conseguirem a fuga.

O carcereiro avisou o delegado plantonista Mário Bortoleto Torina, que acionou o reforço de outros policiais civis para averiguarem a denúncia. Cerca de 20 policiais civis entraram na carceragem. Eles constataram que todas as celas estavam intactas na parte externa do recinto.

Enquanto um policial civil se aproximou de uma das celas, presos partiram em sua direção na tentativa de pegarem a sua arma. Os policiais conseguiram imobilizar pelo menos dois dos presos que teriam tentado pegar a arma de um investigador. Após conseguirem controlar o tumulto dos presos, os policiais realizaram uma revista no interior das celas, mas nada de ilícito foi localizado.

O delegado vai apurar as circunstâncias do ocorrido e também determinou exame de corpo de delito no IML (Instituto Médico Legal) para resguardar a integridade física dos presos. Os policiais que participaram da ocorrência não tiveram lesão. O boletim de ocorrência foi registrado no plantão policial, mas será apurado pelos investigadores do 1º Distrito Policial.

Cristiani Azanha

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dez + 7 =