10% de servidores com covid preocupam sindicato

Foto: Claudinho Coradini/JP

Representantes pedem atitude da Educação e Saúde

O Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Piracicaba, São Pedro, Águas de São Pedro, Saltinho e Região, recebeu, na semana passada, informação de cinco servidores positivados ou com suspeita de covid-19 na escola municipal Francisco Benedicto Libardi, no Jardim Glória. De acordo com a entidade, o número representa cerca de 10% dos funcionários da unidade. O sindicato informou ontem que oficiou o prefeito Luciano Almeida (DEM) e os secretários de Educação e de Saúde, Gabriel Ferrato e Filemon Silvano, respectivamente, solicitando providências para que o vírus não se propague ainda mais na unidade escolar.

“Conforme informações dos técnicos de segurança de trabalho do Sesmt (Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho), as escolas são os lugares mais seguros em relação a contaminação do coronavírus. Mas são os servidores das unidades escolares os quais mais procuram o sindicato para relatar positivados”, disse Alexandre Pereira, vice-presidente do sindicato. “Discordamos totalmente dessa afirmação, pois os inúmeros casos relatados à ouvidoria demonstram que o vírus circula com mais frequência nas escolas”, acrescentou.

Com as informações fornecidas pelo Sesmt e os casos recorrentes nas unidades escolares, a diretoria do sindicato solicitou urgência na revisão do protocolo sanitário, com base nas escolas que estão com casos de covid-19, o que na opinião da entidade sindical ‘podem comprometer a saúde de todos os trabalhadores, independentemente do primeiro caso ter ocorrido ou não no ambiente escolar’.

“Vale ressaltar que a diretoria do Sindicato está muito preocupada com o provável retorno presencial de 100% dos alunos a partir de agosto”,  acrescentou Alexandre.

A Secretaria de Educação de Piracicaba foi questionada ontem sobre as medidas que estão sendo tomadas para evitar o contágio e sobre as atividades na escola, mas até o fechamento desta matéria não houve retorno. Piracicaba atingiu ontem a marca de 58.732 casos positivos de covid-19 e de 1.147 mortos pela doença.

VARIANTE GAMA

A Vigilância Epidemiológica de Americana (há 37 quilômetros de Piracicaba) confirmou ontem dois casos da variante Gama (antiga variante brasileira P1) do SARS-CoV-2, no município. Trata-se de um dois homens de 44 e 59 anos. Os moradores não precisaram permanecer internados e já se recuperaram da doença.

Beto Silva
[email protected]

LEIA MAIS


 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

5 + quinze =