10º Baep de Piracicaba faz habilitação para uso de fuzis

Treinamento acontece em estande de tiros da PM entre Campinas e Hortolândia. (Foto: Fábio Geronimo)

Os novos policiais que farão parte do 10º Baep (Batalhões de Ações Especiais) da Polícia Militar participam de habilitação para uso de fuzis calibres 556 e 762 que está sendo ministrado no estande de tiros, no interior do Complexo Penitenciário Campinas-Hortolândia. O curso é ministrado por oficiais e praças que são habilitados no método Giraldi, que é adotado internacionalmente. A doutrina prevê tiro defensivo na preservação da vida, cujo sucesso da atuação depende do intenso treinamento, segundo a Polícia Militar.

A proposta é que todos os 240 policiais que farão parte do Baep estejam aptos para o treinamento que será ministrado pelos PMs do COE (Comando de Operações Especiais) e Gate (Grupo de Ações Táticas Especiais), a partir do dia 11 de novembro.

A próxima fase será realizada na EEP (Escola de Engenharia de Piracicaba) com a Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar), Gate, COE, além do 3º Batalhão de Choque (atua em gerenciamento de crises) e o 2º Batalhão de Choque (atua em eventos esportivos).

Os policiais receberão ainda treinamento para emprego de granadas, táticas em revista em estabelecimentos prisionais e controle de multidões.

O comandante do 10º Baep, tenente-coronel Fernando de Souza disse recentemente que o Baep vai atuar nos 52 municípios que fazem parte do CPI9 (Comando de Policiamento do Interior), além de ações conjuntas com as polícias Federal, Civil, Guarda Civil, com o apoio do MP (Ministério Público) e Judiciário.

“Recebemos 30 viaturas de grande porte. Utilizaremos armas leves (pistolas), assim como as longas como carabinas, fuzis, metralhadoras”, afirmou.

Segundo ele, os policiais que farão parte do Baep foram selecionados e serão preparados para atuar em quaisquer situações. “Os policiais serão devidamente treinados para evitar disparo desnecessário, mas o bandido que enfrentar a polícia, vai responder de acordo com a lei”, completou.

RECEPÇÃO

Os novos policiais foram recepcionados pelo comando, no dia 21 de outubro. Eles foram escolhidos entre os mais de 580 voluntários. O comandante do 10º Baep explicou sobre os desafios, metas, objetivos, forças, ameaças e oportunidades que a unidade enfrentará.

Cristiani Azanha
[email protected]