10º Baep de Piracicaba realiza treinamento junto com o Grupo de Intervenção Rápida

Foto: Divulgação

O 10º Baep (Batalhão de Ações Especiais de Polícia) de Piracicaba realizou um treinamento, nesta terça-feira (05), junto com o GIR (Grupo de Intervenção Rápida). O treinamento foi voltado para especialização em gerenciamento de crises em unidades prisionais.

O objetivo do treinamento foi a integração das forças, além de promover um intercâmbio de conhecimento referente às técnicas utilizadas nas intervenções, visando o aprimoramento dos padrões táticos utilizados. O treinamento visa também a preparação e capacitação dos policiais para atuar frente às situações de crise, principalmente no ambiente prisional.

Além de profissionais do GIR das regiões de Piracicaba, Campinas, Sorocaba e Jundiaí, a capacitação contou com a atuação dos canis do Baep e das penitenciárias de Guareí II e Sorocaba I. Foi um treinamento em duas etapas, sendo que a primeira ocorreu na última terça-feira, dia 28 de junho, com a presença de cerca de 120 profissionais de segurança. Ao todo, mais de 200 profissionais participaram dos dois dias de treinamento.

SAP — O secretário da SAP (Secretaria da Administração Penitenciária), Nivaldo Restivo, visitou os CDP’s (Centros de Detenção Provisória) das cidades de Santa Cruz da Conceição e Aguaí, também nesta terça-feira (05). Na ocasião, ele falou sobre a retomada das obras para a conclusão dessas unidades prisionais. Cada CDP possui 823 vagas.

A previsão para a entrega é de cerca de 8 meses em Santa Cruz da Conceição, e de 6 meses em Aguaí, com início a partir de agosto. A estimativa de investimento (valor orçado) para conclusão das obras é de R$ 7.477.335,07 e R$ 6.089.609,31, respectivamente.

Pendências existentes na obra de Santa Cruz:
– Conclusão do emissário de esgotos;
– Correção dos processos erosivos no tanque de equalização que faz parte do Sistema de Tratamento de Esgotos;
– Impermeabilização do reservatório de água;
– Complementação da altura da mureta do passadiço de acordo com a Instrução Técnica do Corpo de Bombeiros;
– Executar o rufo metálico das torres de vigia, entre outros.

Pendencias existentes na obra de Aguaí:
– Complementação da altura da mureta do passadiço de acordo com a Instrução Técnica do Corpo de Bombeiros;
– Execução de reparos nas juntas das placas da muralha;
– Entrega da cópia de algumas chaves e clicks de todas as fechaduras de segurança;
– Impermeabilização do reservatório de água;
– Execução completa da Estação de Tratamento de Água, entre outros.

Rafael Fioravanti | [email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

8 − 7 =